Espaço do Trabalhador

Mais de 6 mil carteiras de trabalho estão esquecidas no Sine

Somente na Capital, há 5,9 mil documentos esperando pelos donos. Muitos, inclusive, esquecem que haviam encaminhado o pedido 

06/02/2017 - 07h10min | Atualizada em 06/02/2017 - 07h10min
Mais de 6 mil carteiras de trabalho estão esquecidas no Sine Divulgação/FGTAS/Sine
Carteiras de trabalho estão acumulando nas gavetas do Sine Foto: Divulgação / FGTAS/Sine  

Depois do encaminhamento, retirar a Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) é uma tarefa de cinco minutos. Basta apresentar o CPF e levar para casa a CTPS novinha. Ainda assim, há pelo menos 6,2 mil carteiras de trabalho aguardando os donos em agências da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS) e do Sine em todo o Estado. Só em Porto Alegre, são 5,9 mil nas agências do Centro e na da Zona Sul.

Confira todas as notícias do DG Ajuda Você
Confira todas as notícias do Espaço do Trabalhador


O prazo mínimo para a retirada é de 15 dias úteis e não há prazo máximo, mas as CTPSs esquecidas já ocupam uma dúzia de gavetas no Sine da Avenida Mauá, no Centro. Por lá, a mais antiga já comemora aniversário: desde 2011 habita os armários do Sine. Na agência de Viamão, o documento mais antigo data de 2006.

— É preocupante quando deixam por aqui muito tempo. Imaginamos que esqueceram de buscar, morreram, entraram no mercado informal, não deram muita atenção à carteira — pensa o diretor técnico da FGTAS, Darci Cunha.

Sem prazo
Não há prazo máximo: as carteiras ficam na agência onde o encaminhamento foi feito enquanto a agência existir. Os órgãos são responsáveis pelo documento até que o titular venha buscar. Caso você tenha feito o encaminhamento e esquecido onde fez o documento, é possível descobrir onde está a sua CTPS na Superintendência do Trabalho, na Avenida Mauá, 1.013, em Porto Alegre. Levando o CPF, é possível localizar pelo sistema onde foi feito o processo.
— Acontece muito de as pessoas irem até a agência do Sine para fazer e já saírem de lá com a carteira pronta, de já terem encaminhado em outra oportunidade e esquecido de buscar o documento — conta Darci.

Em 2016, foram 178 mil CTPSs confeccionadas em todo o Estado pelas agências FGTAS/SINE.

Produção: Camilla Rosa


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.