Desrespeito

Estudantes de Medicina do Espírito Santo baixam as calças em foto ofensiva às mulheres

Universidade informou que será instaurada uma comissão de sindicância

Por: Estadão Conteúdo
11/04/2017 - 15h27min | Atualizada em 11/04/2017 - 16h31min
Estudantes de Medicina do Espírito Santo baixam as calças em foto ofensiva às mulheres Reprodução/Reprodução
Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo reproduziu a imagem publicada no Instagram, que foi retirada da rede social Foto: Reprodução / Reprodução  

Uma imagem de sete estudantes de Medicina da Universidade Vila Velha (UVV), no Espírito Santo, posando com o jaleco do curso, calças arriadas e fazendo gesto com as mãos em que remetem a uma genitália feminina causou indignação a quem viu a fotografia, publicada no Instagram.

Leia mais:
Vai diminuir a tolerância diante do desrespeito cotidiano às mulheres?
"Não será o último assédio", diz Luana Piovani sobre José Mayer
Taís Araújo conta que campanha contra assédio surgiu em "grupo de WhatsApp"

Após viralizar, a imagem foi bombardeada com comentários pedindo a punição dos universitários. O autor da foto foi um dos estudantes que também estava no local.

Na página oficial da universidade no Facebook, alunos desabafaram sobre o caso. "Pensem bem no nível da punição que dará a eles. Em respeito às pessoas que se sentiram ofendidas com isso e ao nome da universidade, que não demorou pouco para ser construído", escreveu, por exemplo, a estudante Natália Freitas Cesana.

Sindicância

Procurada pela reportagem, a universidade informou, em nota, que repudia a ação dos estudantes e que será instaurada uma comissão de sindicância para apuração dos fatos.

Já o Conselho Regional de Medicina do Espírito Santo (CRM-ES) informou a realização, nesta terça-feira, 11, de uma reunião com a coordenação do curso de Medicina da instituição de ensino. Segundo o CRM-ES, ficou definido que a universidade aplicará punição compatível com o ocorrido.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.