Indústria

Cassino, a fábrica 4.0 da nova geração Alfa Romeo

Maior planta da Fiat Chrysler na Itália é ampliada para produzir os esportivos premium  Giulia e Stelvio

Por: Gilberto Leal
17/05/2017 - 09h00min | Atualizada em 17/05/2017 - 09h00min


Construído em 1972 nas proximidades da histórica Abadia Beneditina, o complexo de Cassino produziu mais de sete milhões de veículos Fiat com destaque para o Tipo, nos anos 90 foi um dos carros mais vendidos no mercado brasileiro e até chegou ser montado em Betim. Ampliado pela FCA (Fiat Chrysler Automóveis) em dois milhões de metros quadrados, dos quais 580 mil de área construída, produzirá os novos Alfa Romeo Giulia e StelvioCom capacidade para produzir mil carros por dia, 4.500 funcionários e alto nível de robotização Cassino é uma das fábricas mais avançadas do mundo. 

O Stelvio é o primeiro utilitário esportivo na mítica marca italiana em mais de um século de história Foto: FCA, DV

A Giulia e o Stelvio são os principais veículos premium da Alfa Romeo. A Giulia, um sedan esportivo, em 2016 originou o novo momento da marca por seu estilo, esportividade e tecnologia. 

Lançada em 2016, a Giulia marca o novo momento da Alfa Romeo Foto: FCA, DV

A Giulia retoma as origens herdadas das pistas de corridas e que fizeram da Alfa Romeo uma das marcas mais desejadas: design italiano, motores de desempenho, soluções técnicas únicas. Características que foram adaptados ao Stelvio, o primeiro utilitário esportivo da italiana em mais de um século de história .

Linha de montagem com processos de avançada tecnologia  Foto: FCA, DV

Cassino acompanha o processo de transformação da FCA em avançar nas unidades de produção com sofisticada tecnologia, como ocorre com a brasileira da Jeep, em Goiana, no interior de Pernambuco, que monta a Fiat Toro e os Jeep Compass e Renegade

Tablets facilitam o acompanhamento e visualização das diversas fazes da produção Foto: FCA, DV

 Com a Samsung e outros diversos parceiros, a FCA refinou a eficiência da cadeia de produção. Com a sul-coreana, desenvolveu processos de digitalização e a instalação de dispositivos de acompanhamento e visualização ao longo da linha de montagem em pontos estratégicos.

O relógio inetligente da Samsung foi personalizado para facilitar a comunicação na linha de montagem Foto: FCA, DV

Smartphones, tablets e smartwatch adequados às necessidades da linha de montagem agilizam os processos, melhoram o fluxo e a ergonomia de trabalho. Personalizado, o relógio inteligente Samsung Gear S3 Frontier é usado em toda a área sem a necessidade de ser ligado a um aparelho como os equipamentos tradicionais. No caso de falha em uma operação por qualquer motivo, o operador informa o líder responsável sem interromper o trabalho.

Foto: FCA, DV


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.