Vai ter sorrisão

Detran de São Paulo faz campanha no Twitter para lembrar que é possível sorrir na CNH

A manifestação foi em resposta ao relato de um fotógrafo mineiro que teve o sorrido vetado pelo Detran de Minas Gerais

14/07/2017 - 15h54min | Atualizada em 14/07/2017 - 15h54min
Detran de São Paulo faz campanha no Twitter para lembrar que é possível sorrir na CNH Reprodução / Twitter/Twitter
Foto: Reprodução / Twitter / Twitter  

O Detran de São Paulo esta encorajando os motoristas a sorrirem na foto da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Em um post no Twitter, na última terça-feira (11), o órgão convocou: "Vai ter sorrisão pra CNH sim!".

A manifestação foi em resposta ao relato de um fotógrafo mineiro que teve o sorrido vetado pelo Detran de Minas Gerais, mas conseguiu convencer a funcionária a mudar de ideia.

A história foi publicada no perfil do Facebook dele e viralizou na internet. Em pouco mais de dois dias, o post conquistou mais de 27 mil curtidas, 4,4 mil comentários e 7,8 mil compartilhamentos. 

Leia mais
É permitido sorrir em documento de identificação?
Para obrigar réu a quitar dívida, Justiça adota apreensão de documentos

À reportagem de ZH, Filipe de Oliveira Borges, 33 anos, disse que fez a postagem despretensiosamente, com o intuito de informar os colegas:

— Contei para os amigos rirem e com a intenção de que o texto fosse informativo. Não passou pela minha cabeça que teria tanta repercussão.

No Facebook, o fotógrafo contou que, ao ser proibido de sorrir, questionou o motivo. A justificativa de que seria uma norma interna não o convenceu. 

"Eu sei porque não pode. Antigamente, lá na época da invenção da fotografia, como não existia tecnologia suficiente, as pessoas tinham que ficar muito tempo paradas enquanto a foto estava sendo feita. Se elas sorrissem, seria mais fácil de borrar a foto e eles teriam que refazer todo o processo", argumentou Borges. 

A servidora buscou informação e descobriu que sim, os motoristas podem sorrir para a foto da CNH no departamento de Minas Gerais. 

Foto: Reprodução / Facebook

Saiba quais são as normas no Rio Grande do Sul

Carteira de Habilitação
Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do Rio Grande do Sul

— No momento da captura da imagem, o condutor não pode utilizar óculos, bonés, gorros, chapéus ou qualquer outro item de vestuário ou acessório que cubra parte do rosto ou da cabeça, com exceção dos trajes religiosos.

— O uso de óculos é permitido somente aos condutores com restrição na CNH que determina uso obrigatório de lentes para dirigir e quando a não utilização cause algum constrangimento.

— São permitidos brincos, desde que não fiquem em destaque na fotografia.

— Não estão autorizadas expressões exageradas e inadequadas, como, por exemplo, caretas, gargalhadas e olhos fechados.

Documento de Identidade
Instituto Geral de Perícias (IGP) do Rio Grande do Sul


— O candidato não pode usar adornos como boné, óculos escuro ou maquiagem carregada

— Se o deficiente visual se sentir constrangido de tirar o óculos, ele pode permanecer com o acessório para a foto

— Outras situações de constrangimento podem ser reconsideradas pelo funcionário que estiver fazendo a foto

Passaporte
Polícia Federal

— O rosto e os ombros devem estar completamente enquadrados pela câmera e o requerente deve olhar diretamente para a câmara.

— O requerente deve apresentar fisionomia neutra, sem sorrir ou franzir o cenho.

— Os olhos devem estar abertos e visíveis.

— Caso use óculos, as lentes não podem refletir a luz ambiente ou da câmera. De maneira alguma podem ser utilizados óculos escuros ou óculos de armações grossas ou muito chamativas.

— Não serão permitidos quaisquer itens de chapelaria, exceto os utilizados por motivos religiosos, que, ainda assim, não podem impedir a visualização perfeita do rosto do requerente.

— Crianças pequenas devem ser fotografadas com a fisionomia o mais neutra possível. Nessas fotografias, devem aparecer somente o rosto e os ombros da criança totalmente enquadrados pela câmera. 

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.