Indústria

General Motors reorganiza estrutura na América do Sul

Norte-americana divide operações em três unidades regionais

Por: Gilberto Leal
10/02/2017 - 09h30min | Atualizada em 10/02/2017 - 09h30min
General Motors reorganiza estrutura na América do Sul General Motors, DV/
O atual presidente da GM do Brasil, Carlos Zarlenga, comandará as operações da GM Mercosul , a maioir da região Foto: General Motors, DV  

As operações da GM América do Sul mudaram.  Foram divididas em GM Mercosul,GM Andina e GM Central. O presidente da GM América do Sul, Barry Engle, explica que o foco da nova estrutura foi reduzir a burocracia, aumentar a eficiência e acelerar o processo de tomada de decisões. O executivo ressalta a simplificação da estrutura sustentará o crescimento da marca Chevrolet, líder do mercado sul-americano há 16 anos. 

- Nosso objetivo final é ter uma empresa focada no cliente, oferecendo os melhores produtos e serviços e tornando nosso negócio mais competitivo globalmente", disse Engle.

Líder do mercado brasileiro desde 2015, hatch compacto Onix é o Chevrolet mais vendido na América do Sul Foto: Priscila Nunes/Especial

O atual presidente da GM do Brasil, Carlos Zarlenga, comandará as operações da GM Mercosul, que reúne o Brasil, a principal na América do Sul, e a Argentina. As operações da Colômbia, Equador e Venezuela serão concentradas na GM Andina, que será liderada pelo atual presidente da GM Argentina, Paris Pavlou. A GM Central, terá o comando do atual presidente da GM Chile, Fernando Aqudelo, e reunirá as atividades na Bolívia, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai. 

Carlos Zarlenga, 43 anos, comandou a renovação da linha Chevrolet no Brasil e o lançamento de novas tecnologias de eficiência energética e conectividade.

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.