Tecnologia

WhatsApp testa recursos para empresas se comunicarem com clientes

Documento interno mostra que empresa quer rentabilizar base de usuários

09/03/2017 - 16h38min | Atualizada em 09/03/2017 - 16h38min
WhatsApp testa recursos para empresas se comunicarem com clientes whatsapp, donna/whatsapp, donna
Foto: whatsapp, donna / whatsapp, donna  

Facebook e Instagram já têm recursos para que empresas possam vender seu peixe nessas redes sociais. Parte do grupo Facebook, o WhatsApp deve caminhar pela mesma rota e ter métodos especiais para que instituições possam enviar mensagens e conectarem-se com uma base de clientes.

Leia mais:
WhatsApp pode trazer de volta função antiga de status

Documentos internos adquiridos pela agência Reuters mostram que a empresa já trabalha em uma solução que permitiria a comunicação entre marcas e pessoas. Essa seria a primeira vez que a empresa testa um modelo de negócio para rentabilizar a grande base de usuários do aplicativo – que é de 1 bilhão. Desde que anunciou que não teria mais valor de assinatura, que era anual, a empresa mencionou em seu blog oficial que começaria a testar esse tipo de funcionalidade. 

No modelo estudado, as marcas teriam de pagar para contatar clientes no aplicativo, mas segundo a Reuters, há um cuidado para evitar a prática de spam. O WhatsApp também está conduzindo pesquisas com usuários para planejar o novo recurso.

No ano passado, o aplicativo anunciou um plano de desenvolver um sistema que possibilitasse, por exemplo, que passageiros pudessem contatar empresas áreas sobre atrasos em voos ou para que clientes pudessem tirar dúvidas com seus gerentes de banco. Em fevereiro, a empresa também anunciou uma negociação com a Y Combinator, que faz treinamentos e consultoria para start ups que mostram potencial de crescimento, para que negócios menores já pudessem testar o novo recurso em primeira mão.

Leia as últimas notícias 


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.