Nova geração

Polo chega ao Brasil até o fim de 2017

Veículo foi apresentado em Berlim e será produzido em SP

19/06/2017 - 14h31min | Atualizada em 19/06/2017 - 14h31min

A nova geração do Polo, da Volkswagem, foi finalmente apresentada em Berlim, na Alemanha, e deve começar a ser vendida no Brasil até o final deste ano, produção que acontecerá na planta de São Bernardo do Campo, SP. Ela vai servir de base para três lançamentos da montadora: um novo sedã, o Virtus (que pretende encarar de frente o Chevrolet Cobalt e o Honda City), um SUV compacto (para brigar com o Honda HR-V e com o Jeep Renegade) e um outro produto não revelado pela marca, possivelmente uma picape intermediária, que pode ser uma releitura da veterana Saveiro.

O POLO CRESCEU...

Maior, o Polo tem 4,05 m de comprimento (7 cm maior do que a geração anterior) 1,75 m de largura (7 cm a mais), 1,44 m de altura e distância entre-eixos de 2,56 cm (9 cm maior). O design foi inspirado nos últimos lançamentos da Volkswagen e apresena grade frontal concorrendo com uma pequena extensão do capô. Serão oferecidas três opções de motores a gasolina no mercado europeu, todas com injeção direta de combustível e turbocompressor: 1.0 TSI, 1.5 TSI (150 cv) e 2.0 TSI (200 cv), esta última disponível apenas na versão esportiva GTI, também apresentada no evento realizado em Berlim. No Brasil, é provável que o modelo seja oferecido em configurações mais simples, incluindo o motor 1.6 MSI (120 cv) e o 1.4 TSI (150 cv)

Novo Polo: maio e mais moderno servirá de base para três outros lançamentos da Volkswagen Foto: Divulgação / Volkswagen

.... E SE MODERNIZOU

Diversas tecnologias serão adotadas pela primeira vez no Polo, como assistência de estacionamento (park assist), piloto automático adaptativo, frenagem de emergência, alerta de pontos cegos e alerta de permanência em faixa, entre outros itens. O painel digital dos VW mais sofisticados está na lista de equipamentos de série das versões mais caras, e ele também deve ser oferecido no Brasil. A tela da nova central multimídia tem oito polegadas, uma das maiores da categoria.

No que se refere a opcionais, o Polo terá 14 cores externas disponíveis, 13 de revestimentos internos (o que aparece em laranja e em prata nas imagens acima), 12 modelos de rodas, lanternas de LED, DRLs de LED, ar-condicionado digital Air Care Climatronic (com sensor de qualidade), recarga sem fio para celular e o maior teto solar panorâmico do segmento. 

Pela primeira vez o Polo terá também uma opção movida apenas a gás natural, chamada de 1.0 TGI, com 90 cv e câmbio manual de 5 marchas. Em suas versões diesel, ele terá o motor 1.6 TDI, com câmbio manual de 5 marchas para a versão de 80 cv e também a DSG para a de 95 cv. A marca não divulgou estimativas de preços, mas sugeriu que o Polo seguirá a faixa de valores praticada pelos rivais, ou seja, podemos esperar algo em torno de R$ 50 mil a R$ 80 mil.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.