Versão mobile

Cidade inundada

Em 12 horas, chuva se aproxima do esperado para o mês em Porto Alegre

EPTC registrou pelo menos 41 pontos de alagamento na cidade durante a manhã

Atualizada em 14/03/2012 | 22h4914/03/2012 | 20h11
Em 12 horas, chuva se aproxima do esperado para o mês em Porto Alegre Cristina Rispoli d'Azevedo/
Motorista teve que empurrar taxi na Rua Sete de Setembro, em frente à Defensoria Pública do Estado Foto: Cristina Rispoli d'Azevedo

Em menos de 12 horas, choveu quase o esperado para todo o mês de março em Porto Alegre.  A média histórica — e o esperado para os 31 dias deste mês pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) — é de 104,4 milímetros de chuva.

A estação da Central Meteorológica do Grupo RBS localizada no bairro Azenha registrou 96,5 mm. Na estação do Inmet no bairro Jardim Botânico, foram 77,8 mm. A meteorologista Estael Sias, porém, acredita que o volume tenha sido bem maior em alguns pontos.

— Pelo que vimos no radar, a chuva deve ter, no mínimo, atingido a média em alguns bairros — diz ela.

A chuva começou ainda na madrugada, e se intensificou pela manhã. A água invadiu prédios, calçadas e ruas. Conforme um levantamento da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) foram pelo menos 41 pontos de alagamento na parte da manhã. À tarde, 34 locais foram tomados pela água. Às 19h, ainda havia água na pista no cruzamento da Avenida Sertório com a Rua Dona Sebastiana.

Na Zona Sul, o Arroio Cavalhada transbordou e moradores tiveram que deixar suas casas de barco. No bairro Cascata, um prédio foi interditado pela Defesa Civil porque parte de um imóvel de dois pisos desabou. Oito residências vizinhas também foram interditadas, em razão do risco de serem atingidas pelo desabamento.

A chuva também motivou transtornos no aeroporto Salgado Filho, que operou por instrumentos para pousos, obrigando o cancelamento de 17 voos até as 10h, quando o tempo começou a melhorar.

O que causou a chuva

O principal motivo para a chuva intensa desta terça-feira foi o avanço de uma frente fria pelo Rio Grande do Sul. Com mais ar seco e frio, a instabilidade se intensificou e favoreceu os temporais. Nuvens muito carregadas se formaram entre 7h e 8h sobre Porto Alegre, despejando grande volume de água.

Acompanhe as estações meteorológicas do Grupo RBS
Acesse o blog da Central RBS de Meteorologia

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.