Frio invernal

Temperatura chega à casa dos 2ºC com sensação térmica negativa na Serra

Segundo meteorologista, madrugada desta quarta-feira pode ser a mais gelada para o mês de março em décadas

Atualizada em 28/03/2012 | 08h0928/03/2012 | 06h01
Temperatura chega à casa dos 2ºC com sensação térmica negativa na Serra Ronaldo Bernardi/
Em Porto Alegre, temperatura despencou de 17ºC a 11,3ºC Foto: Ronaldo Bernardi

Uma semana depois do fim do verão, o Rio Grande do Sul já enfrenta frio de inverno. A previsão é de que os termômetros despenquem até 0ºC até as 8h na Serra. Durante a madrugada, a estação automática do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) em São José dos Ausentes registrou 2,8ºC às 4h, com sensação térmica de -4,5ºC. Em Vacaria, a temperatura era de 3,8ºC às 5h.

— É possível que o Rio Grande do Sul esteja na madrugada mais fria da década para o mês de março — diz o meteorologista da Somar Meteorologia, Celso Oliveira.

Como está o tempo em sua cidade? Envie fotos

Segundo Oliveira, os dados das estações do Inmet em São José dos Ausentes e Vacaria remontam a 2006 e 2000, respectivamente, quando os equipamentos de medição foram instalados. Desses períodos até este ano não foi registrada temperatura mais baixa do que as da madrugada desta quarta-feira nos dois municípios.

Das 34 estações do Inmet no Estado, apenas seis revelavam termômetros acima dos 10ºC até as 4h. Uma delas em Porto Alegre, com 11,3ºC. As outras, na maioria, no Litoral. Na Capital, conforme o Inmet, a temperatura não baixa de 10ºC em algum dia do mês de março desde 1990, quando houve o registro de 9,6ºC, também no dia 28.

— Esse extremo de 1990 em Porto Alegre pode ser extrapolado para todo o Rio Grande do Sul hoje. Isso resultaria no mês de março mais gelado no Estado em décadas — cogita Oliveira, que considera grandes as condições para formação de geada apesar do vento que sopra na Serra.

O frio precoce chega apenas 16 dias depois de um calor inusitado. No dia 12, fez 39°C em Campo Bom, maior temperatura de março nos últimos sete anos. A atual massa de ar polar já baixou as temperaturas na terça-feira.

As mínimas ficaram abaixo de 10°C em vários municípios, com destaque para Santana do Livramento, onde fez 7,8°C às 7h. Também fez frio em Canguçu (com 8,3°C), Caçapava do Sul (com 8,8°C) e Bagé (8,5°C).

Recomendação da Marinha é de evitar a navegação

O frio virá acompanhado de um ciclone extratropical. O fenômeno, na costa do Rio Grande do Sul, pode provocar vento de até 80 km/h em todo o Litoral gaúcho. A ressaca no mar pode se estender até quinta-feira e vai gerar ondas de 2,5 a 3 metros entre a Barra do Chuí (RS) e o Cabo de Santa Marta (SC), segundo alerta emitido pela Marinha.

A Marinha recomenda que pesqueiros e até navios de porte evitem navegar nesta quarta e na quinta-feira. A meteorologista Estael Sias, da Central de Meteorologia, explica que os ventos do ciclone giram no sentido horário, formando ondas de sudoeste que estão empurrando e “represando” a água junto à costa gaúcha. Na tarde de terça, o vento já chegava a 50 km/h em Mostardas (Litoral Sul).

Acompanhe as estações meteorológicas do Grupo RBS

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.