Deu praia

Sol forte, calor e mar limpo marcam primeiro dia do ano no Litoral Norte

Em Torres, os termômetros chegaram a registrar 32ºC

Por: Marcelo Gonzatto - de Capão da Canoa
01/01/2017 - 17h00min | Atualizada em 01/01/2017 - 18h10min

Quem venceu a ressaca do Ano-Novo e foi para a beira da praia testemunhou uma largada perfeita para 2017 no Litoral Norte. Praias como Torres, Atlântida e Capão da Canoa não chegaram a virar Cancún, mas estiveram bem perto: presentearam os veranistas com um dia de sol forte e calor, pouco vento, mar calmo e límpido. Para os padrões gaúchos, é como tirar uma Mega da Virada.

Os praianos mais otimistas interpretaram o domingo premiado como um sinal de que a temporada será marcada por dias memoráveis. Na orla lotada de guarda-sóis, os termômetros registravam 32°C em Torres e 30,6°C em Capão no final da manhã, conforme a Somar Meteorologia. O vento mal fazia tremular a bandeira amarela nas guaritas de salva-vidas. Foi uma justa recompensa para quem enfrentou dias a fio de clima nublado, esparsas aberturas de sol e chuvas recorrentes.

Leia mais:
Primeira semana do ano terá muita chuva no Rio Grande do Sul
Areia e orla de Capão da Canoa amanhecem cobertas de lixo

Em Torres, o mar se pintou de tons verdes.

  • — Fazia 20 anos que não vinha a Torres, e nesse período não vi outro dia como esse — vibrou o analista de valores mobiliários de Caxias Eduardo Guerra, 30 anos.

  • O sentimento era o mesmo em Capão.

— Hoje (ontem) é meu último dia no litoral, e não tinha conseguido aproveitar nada ainda. Mas 2017 começou trazendo esse sol maravilhoso e muitas energias positivas — disse a educadora física de Santa Maria Priscila Severo, 28 anos, estirada na areia.

Sortuda mesmo foi a pequena Sofia, de 10 meses, que no primeiro final de semana de praia de sua vida já conheceu o melhor que o litoral gaúcho pode oferecer. Ao lado do pai, o empresário de Alegrete Alceu Souto, 50 anos, contava com uma pequena piscina plástica para espantar o calorão.

— Rodamos 600 quilômetros para chegar na quinta-feira e ir embora na terça. Ainda bem que pegamos um dia como hoje, melhor impossível — comemorou Souto.

A boa notícia é que esse padrão deve se repetir pelo menos até o meio da semana, com possibilidade de pancadas de chuva isoladas no final do dia.

— Como uma frente fria avançou para o Sudeste, o sol voltou. As pancadas de final de tarde podem ocorrer pela combinação entre temperaturas altas e umidade, mas devem ser isoladas — garante a meteorologista da Somar Maria Clara Sassaki.

A expectativa é de que o fenômeno La Niña (resfriamento das águas do Pacífico) favoreça uma temporada de clima um pouco mais seco e quente do que a média.

Continue assim, 2017.



 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.