Cardápio de verão

Dicas saborosas para não cair nas tentações da praia e sair da dieta

Nutricionista dá sugestões práticas para o lanche à beira-mar

Por: Camila Kosachenco
03/02/2017 - 18h11min | Atualizada em 06/02/2017 - 14h46min
Dicas saborosas para não cair nas tentações da praia e sair da dieta Marcelo Carôllo/Agencia RBS
Foto: Marcelo Carôllo / Agencia RBS  

Quem não conhece o desafio de manter a dieta na beira da praia? Entre as tentações estão milho verde, picolés, queijo coalho, peixes e camarões empanados. Para não cair nestas tentações, a saída é levar uma bolsa térmica com lanchinhos e até mesmo refeições que garantam a saciedade durante os períodos à beira-mar.

Leia também
Cenário espetacular e água cristalina: conheça a Cascata da Pedra Branca, no Litoral Norte
Xis de pastel, pizza em cone e crepe no prato: veja alguns lanches "diferentões" do Litoral Norte
Casal completa 70 anos de casamento com festa na praia

— Temos várias opções, mas uma campeã são as oleaginosas (amêndoas, castanhas...), pois são práticas. Não precisa refrigerar, e são ricas em gorduras boas, que aumentam nosso colesterol bom e diminuem o ruim. Elas também têm ação anti-inflamatória, e isso é bom para quem tem celulite — explica a nutricionista esportiva Luiza Leite.

Na hora de escolher as sementes, é importante optar pelas versões sem sal. E quando for comer, é preciso estar atento aos exageros: como são fontes de gorduras, acabam sendo bem mais calóricas.

A especialista recomenda frutas desidratadas, que além de práticas, são ricas em fibras, vitaminas e sais minerais. As cenouras em versão baby também servem como um petisco saudável e ainda por cima dão uma forcinha no bronzeado, pois são fonte de betacaroteno, antioxidantes e vitamina C.

Quem quiser levar lanches maiores, que sirvam como uma refeição, pode optar por sanduíches naturais — feitos com pão integral, frango desfiado ou peito de peru e uma fonte de gordura, como azeite de oliva ou abacate. Lanches congelados em versões funcionais são outra saída boa. Só é preciso ficar de olho ao acondicionamento deles na lancheira, que deve estar sempre com gelo para conservar o alimento fresco.

Na hora de manter a hidratação, aposte em bastante água.

— Como ficamos expostos ao sol, é preciso beber mais água do que estamos acostumados — ensina a especialista.

Água de coco e sucos também servem como hidratantes, mas é recomendada atenção às calorias,

para não prejudicar a dieta.

E quando o assunto são alimentos que devem ser evitados, Luiza diz que as frituras e os picolés cremosos devem ser abolidos da lista de lanchinhos.

— É importante estar bem alimentado na praia porque sempre há oferta de alimentos não tão saudáveis passando a nossa frente — sugere a nutricionista.

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.