Litoral Norte

Fepam cobra providências de empresa dona da área incendiada em Cidreira

Objetivo é ver se providências tomadas no combate ao fogo foram corretos

Por: Rádio Gaúcha
08/02/2017 - 17h08min | Atualizada em 08/02/2017 - 19h44min
Fepam cobra providências de empresa dona da área incendiada em Cidreira Isadora Neumann/Agencia RBS
Foto: Isadora Neumann / Agencia RBS  

A Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) notificou a empresa proprietária da área de reflorestamento atingida por incêndio em Cidreira, no Litoral Norte. O objetivo é que a Habitasul Florestal ateste o que foi feito no combate as chamas no momento do início do fogo e também no transcorrer do episódio, além de sugerir alternativas ambientais futuras. As informações são da Rádio Gaúcha.

A empresa tem 30 dias para apresentar os laudos, que começaram a contar ontem, quando o ofício foi enviado. Quanto às licenças ambientais, a Fepam fiscalizou e, neste primeiro momento, entende que todas estão corretas. Brigadistas da Habitasul treinados para o combate de chamas atuam no local desde o domingo – quando o fogo começou.

Nesta quarta-feira, o incêndio chega ao quarto dia, em árvores do tipo Pinus. Segundo a Fepam, mais de 1,2 mil hectares de vegetação queimaram. O terreno plantado é de 1,6 mil hectares.

Leia mais
Bombeiros pedem reforço para extinguir incêndio em área de reflorestamento de Cidreira
Bombeiros controlam incêndio em área de reflorestamento em Cidreira

O fogo possivelmente foi causado por pescadores ou por pessoas que acampavam na região, mas ainda não é possível precisar a causa.

A alta coluna de fumaça segue na região, sendo percebida até de Tramandaí. Embora o fogo esteja controlado (sem se espalhar mais), os Bombeiros de Cidreira pediram reforços de Porto Alegre e de um helicóptero para extinguir o fogo.

Em nota, a Habitasul Florestal disse que recebeu a notificação e que trabalha desde domingo para controlar as chamas.

"A Habitasul Florestal informa que desde o último domingo tem trabalhado, com o auxílio do Corpo de Bombeiros de Cidreira (RS), para controlar um incêndio em área de reflorestamento da empresa localizada próxima à Lagoa da Fortaleza. Não há registro de feridos e as causas do incidente ainda estão sendo investigadas."

A companhia também confirma o recebimento do ofício enviado pela Fepam.