Dica #6

Prova de linguagens do Enem foca na competência leitora

Compreensão textual é a chave para alcançar um bom desempenho no teste

29/10/2012 - 04h03min
Prova de linguagens do Enem foca na competência leitora Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução  

No dia 4, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) reserva as provas de redação, de matemática e de linguagens e suas tecnologias. Linguagens. Portanto não espere por uma prova de português tradicional, que pretenda verificar se as novas regras de ortografia estão todas realocadas na sua cabeça.

Como relata a professora Juliana Velho, dos colégios Dom Bosco e Mãe de Deus, de Porto Alegre, trata-se de um teste de compreensão de texto, não de interpretação:

— A prova avalia a competência leitora do candidato, que tem de apreender a resposta, isto é, extraí-la da questão — explica Juliana.

Como é a prova

O exame de linguagens e suas tecnologias costuma trazer questões de complexidade variada, das muito fáceis às bastante exigentes. Em princípio, não deve causar arrepios para um leitor habilidoso, que tenha um bom embasamento de questões contemporâneas. Mas aqueles que não tiveram acesso, ao longo do ano, a diferentes tipos de textos certamente terão problemas.

É bastante improvável que você seja cobrado direta e objetivamente sobre uma regra gramatical. A prova traz diversos textos, que não são exclusivamente literários. No Enem, os candidatos têm de lidar com propagandas, notícias, imagens, tabelas, gráficos, charges, quadrinhos e tirinhas. Então, esteja preparado para identificar nos textos as funções da linguagem (referencial, emotiva, conativa, fática, metalinguística e poética), bem como reconhecer os níveis de linguagem (formal ou culta, coloquial, vulgar, técnica, etc).

Não mosqueie

Serão cinco horas e trinta minutos para fazer as três avaliações, então, não fique empacado. Quando estiver em dúvida, pule e volte mais tarde. Para otimizar o tempo, a professora Juliana recomenda começar pela prova de linguagens porque os textos podem estar relacionados ao tema da redação, o que ajuda os estudantes a elaborar argumentos.

E cai literatura?

De acordo com a professora Juliana, a prova de linguagens é "moderno-cêntrica", ou seja, é centrada no Modernismo. Então dê uma última conferida em nomes como Oswald de Andrade, Carlos Drummond de Andrade, João Cabral de Melo Neto e Tarsila do Amaral.

O Enem se caracteriza por buscar a aplicação do conhecimento ao dia a dia dos estudantes. Por isso, Juliana arrisca:

— Vai ter uma questão sobre Grabiela, do Jorge Amado. A minissérie caiu no gosto das pessoas. Além disso, trata-se de um autor muito importante, que já venceu o prêmio Luís de Camões.

Ela não descarta que textos do cronista e dramaturgo Nelson Rodrigues, que completaria 100 anos em 2012, sejam tema de alguma pergunta.

Amanhã: dicas para a provas de ciências humanas.