Pipoca pré-prova

Sugestões de filmes para assistir antes do vestibular da UFRGS

Deixando os livros um pouco de lado, vestibulandos também podem relaxar neste fim de ano, quando os filmes podem ser bons aliados

24/12/2014 - 05h31min
Sugestões de filmes para assistir antes do vestibular da UFRGS Warner Bros./Divulgação
Cena do filme Argo, de Ben Affleck, que retrata período da Revolução Iraniana: entretenimento com lições de história Foto: Warner Bros. / Divulgação  

Na tela do notebook ou da televisão, disfarçado como entretenimento, pode estar um grande auxílio ao conhecimento.

Filmes que podem contribuir para o vestibulando chegar melhor informado às provas da UFRGS que se aproximam são uma ótima companhia nestes dias de festejos e comilança.

Confira um calendário de dicas para o vestibular da UFRGS
Como o ano que chega ao fim pode cair no vestibular da UFRGS de 2015

Ressaltando que não há película que substitua a leitura de livros, os professores destacam uma variedade de filmes capazes de ajudar os estudantes a melhor entender alguns períodos históricos. Que tal saber mais sobre o Estado Novo acompanhando um suspense na telona?

– Há uma infinidade de opções na televisão ou em sites como o Netflix, e aproveitá-las vai muito do interesse do aluno – afirma o professor de história do Unificado Felipe Pimentel.

Com nova distribuição, UFRGS divulga locais de prova do vestibular
Descubra o caminho para mandar bem na dissertação da UFRGS

Felipe avalia que os filmes são pontuais e retratam apenas parte dos eventos. Ainda assim, para quem deseja firmar os conteúdos ou descobrir mais sobre determinadas épocas nos dias que antecedem o vestibular, os longas podem ser aliados valiosos.

Também professor de história, Zé Tamanquevis recomenda que se busque os filmes para descansar a mente nestas semanas turbulentas. Para ele, todo filme histórico é interessante, bem como documentários, e ainda que possa não ser útil para se responder às questões da prova, a atividade serve também para relaxar os alunos antes do vestibular. Pedimos a ele e outros professores que destacassem algumas recomendações para os vestibulandos. O resultado você confere a seguir.


Foto: Divulgação

Getúlio (2014)
Temática: os últimos dias de Getúlio Vargas

Limitando-se aos dias finais do presidente que "saía da vida para entrar na história", Getúlio não é um bom parâmetro para se compreender toda a vida política do gaúcho que foi chefe de Estado durante 20 anos – oito deles como ditador. Mas é um bom começo. A obra, que tem Tony Ramos como protagonista, mostra o tenso clima político do Rio de Janeiro nos anos 1950.

Não se trata de uma cinebiografia, mas de uma dramatização de um dos nossos períodos históricos mais intensos. O longa ajuda a entender mais sobre quem foi Getúlio e parte do que se passou entre o atentado ao jornalista de oposição Carlos Lacerda e o suicídio do ex-presidente.

De olho na prova, vale também lembrar que Getúlio Vargas se popularizou por regulamentar as leis trabalhistas e ficou conhecido como o "pai dos pobres", mas teve sua história no poder marcada pela censura e por denúncias de corrupção.

Sugestão de Zé Tamanquevis


Foto: Divulgação

A Inglesa e o Duque (2001)
Temática: a Revolução Francesa, após a Queda da Bastilha

Uma análise dos aspectos sociais da França pela concepção aristocrática, o filme A Inglesa e o Duque conta diversos episódios da Revolução Francesa pós-Bastilha. Baseado no diário de uma aristocrata que esteve em Paris durante a revolução, o longa mostra acontecimentos que culminaram na condenação e na morte do rei Luis XVI.

Sugestão de Felipe Pimentel


Foto: Divulgação

Argo (2012)
Temática: Revolução Iraniana e a crise entre Estados Unidos e Oriente Médio

Quando um grupo de revolucionários invade a embaixada dos Estados Unidos na capital iraniana, começa uma história que, mesmo antes de chegar às telonas, já parecia de cinema. No início de 1980, uma operação da CIA (Agência Central de Inteligência, em inglês) inventou que estava procurando locações para um filme de ficção científica para resgatar seis diplomatas norte-americanos de Teerã.

A trama é de interesse dos vestibulandos porque resgata um pouco da Revolução Iraniana, que transformou o país em uma república islâmica de regime teocrático. Com a ascensão do aiatolá Khomeini ao poder, em novembro de 1979, um grupo de revolucionários contrários às interferências da política externa americana no país decide invadir a embaixada dos EUA em Teerã. É o início das relações nada amistosas entre americanos e iranianos.

Sugestão de Zé Tamanquevis


Foto: Divulgação

Lutero (2003)
Temática: Reforma Protestante e a oposição à Igreja Católica

O filme mostra a visão de Lutero quanto às indulgências da Igreja Católica, seus ideais e teses (em protesto às práticas de então), além dos conflitos com o papa Leão X, já que seus conceitos incomodavam a tradição secular. É o início do luteranismo, identificado como um movimento protestante em relação ao catolicismo.

Sugestão de Felipe Pimentel


Foto: Divulgação

Revolução (1985) e O Patriota (2000)
Temática: Revolução Americana e a independência das 13 colônias

Quando os americanos se revoltam contra as "intoleráveis" leis inglesas, cidadãos unidos pelos ideais de liberdade resolvem tomar as ruas – em um ambiente propício à revolução, que culminaria na luta dos Estados Unidos contra a Inglaterra. Foi quando as 13 colônias americanas, mesmo enfrentando lutas internas, conseguiram desafiar a nação mais poderosa do mundo na época. Tanto Revolução, com Al Pacino (acima), quanto O Patriota, com Mel Gibson (abaixo), mostram o conflito que culminou no surgimento dos Estados Unidos da América.

Sugestão de Zé Tamanquevis


Foto: Divulgação

Videoteca extensa
A professora de história Vanessa Silva, do Elite Porto Alegre, elencou mais algumas dicas de ficção e documentário

- Frida: um interessante filme sobre a vida da artista mexicana Frida Kahlo. A repercussão que seus quadros provocaram nas décadas de 1920 e 1930 pode ser comparada com a transformação de ideias que o movimento do Modernismo estava gerando no Brasil dessa mesma época.

- Visões: ficção com Antônio Banderas que tem como pano de fundo a ditadura militar na Argentina na década de 1970. Após ter sua esposa sequestrada pelo Exército ditatorial, o personagem Carlos Rueda começa a se envolver com outras famílias que passam pelo mesmo drama, o dos desaparecidos.

- A Casa dos Espíritos: filme baseado na clássica obra de Isabel Allende. Conta a história fictícia de uma família chilena, mas tendo como base episódios históricos que marcaram esse país no século 20, como o golpe militar dado no presidente Salvador Allende por Augusto Pinochet.

- O Grande Ditador: clássico do cinema no qual Charlie Chaplin faz uma sátira política sobre a ditadura nazista de Adolf Hitler.

- Olga: importante filme nacional que aborda a vida de Olga Benário, uma mulher alemã, socialista e judia que viveu na época do nazismo. Após participar da Intentona Comunista ao lado de Luís Carlos Prestes, em 1935, Olga é extraditada por Getúlio Vargas para a Alemanha, onde sofre com os horrores do holocausto.

- O Menino do Pijama Listrado: emocionante filme que mostra a amizade singela entre dois meninos: um era filho de um oficial nazista que havia assumido a chefia de um campo de concentração e o outro era um judeu que estava preso no mesmo campo com seu pai.

- Adeus Lenin!: filme aborda as mudanças econômicas e culturais que marcaram a antiga Alemanha Oriental após a queda do muro de Berlim.

- A Queda: o filme aborda com muita propriedade os aspectos culturais de quem aderiu a ideologia nazista na Alemanha de Hitler. O fim da guerra, o mundo sem o nazismo e o impacto que essa nova realidade representou para as pessoas do período é o mais marcante da obra.

- Diários de Motocicleta: o filme retrata uma viagem feita pela América do Sul por Che Guevara e seu amigo Alberto Granado, anos antes da Revolução Cubana. Com vivências nas áreas mais pobres do subcontinente, Che foi se tornando uns dos homens revolucionários que mais caracterizou o século 20.


Foto: Divulgação

Documentários

- Jango: narra os principais episódios que marcaram o governo de João Goulart e seus antecedentes no Brasil. Interessante documentário para compreender a conjuntura que levou ao golpe militar de 1964.

- Arquitetura da Destruição: narra a relação de Hitler e de alguns de seus principais colaboradores com as artes, antes mesmo desse chegar ao poder na década de 1930. Interessante trabalho para entender a importância da propaganda nazista e a origem da ideia de purificação de raça difundida por esses.​

* Zero Hora
 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.