Lado B

O que conhecer na Flórida além de Orlando e Miami

Estado americano vai muito além dos grandes parques temáticos

Por: Claudia Bins*
25/08/2015 - 06h31min
O que conhecer na Flórida além de Orlando e Miami Claudia Bins/Arquivo Pessoal
Pôr do sol em Naples Foto: Claudia Bins / Arquivo Pessoal  

A primeira coisa que vem à cabeça assim que falamos em Flórida é a Disney World, em Orlando. Mas, para aqueles que desejam ir além dos parques temáticos megafamosos, o Estado americano tem muito mais a oferecer. Em janeiro passado, visitamos cidades charmosas, praias incríveis, borboletários, parques à beira-mar, reservas naturais e museus reunidos em uma viagem de carro por estradas impecáveis e pontes lindas enquanto curtíamos o sol e a paisagem do "Sunshine State".

Mais atrações da Flórida além de Miami e da Disney
Outros destinos nos arredores de Miami

Partindo de Miami, visitamos Fort Lauderdale, ao Norte. Na cidade cheia de canais, passeamos pelo Riverwalk, almoçamos à beira-mar no restaurante temático The Pirate Republic e visitamos o Museu de Ciências. Se estiver com crianças, é sucesso garantido. No caminho, duas praias lindas, Hollywood Beach, que tem um clima descolado meio hippie, e Dania Beach, cheia de surfistas. Já ao norte da cidade, há outras praias de areias clarinhas e ótima infraestrutura para famílias. Minhas favoritas são Lauderdale-by-the-Sea, com seu píer cheio de pelicanos, e Pompano Beach. Para oeste, o Butterfly World (Parque das Borboletas), em Coconut Creek, foi excelente escolha para uma tarde com as meninas.

Parque Estadual Bahia Honda. Foto: Claudia Bins, arquivo pessoal

Dali, seguimos para o extremo sul, onde percorremos as Florida Keys. A dica é viajar devagar, conhecendo o conjunto de ilhas conectadas por pontes intermináveis. Paramos para visitar o Parque Estadual Bahia Honda, simplesmente inesquecível. Pela US 1 rumo ao sul, chegamos a Key West, cidade em que viveu o escritor Ernest Hemingway e onde fica o ponto mais perto de Cuba dos Estados Unidos. A pequena localidade tem arquitetura peculiar e fervilha. Visitamos a Casa de Hemingway, o Fort Zachary Taylor e a Praça Malloy, além de caminhar muito pela Duval Street e suas lojinhas, bares e restaurantes, onde provamos a famosa Key Lime Pie, a torta de limão característica da região.

Key West. Foto: Claudia Bins, arquivo pessoal

Miami ao ar livre: 4 programas e 5 praias para curtir
Os principais parques temáticos da Flórida
Faça o teste e saiba para qual lugar dedicar mais tempo em Orlando

Voltamos a Miami e atravessamos os Everglades em direção oeste enquanto observamos, a partir da estrada, mais de cem jacarés. Visitamos Everglades City, já no Golfo do México. A cidadezinha parece ter estacionado no tempo, contrastando com o que veríamos depois em Naples, que é uma linda, limpa, cheia de casas e construções incríveis, praias de areia tão branca e macia e o pôr do sol mais bonito que já vi. No Jardim Botânico da cidade, uma obra do artista e paisagista brasileiro Burle Marx.

Claudia Bins com as filhas em Naples. Foto: arquivo pessoal

12 lugares ou programas imperdíveis em Miami

Cultura e natureza

Seguimos rumo ao Norte, com outra parada em Sarasota, onde chegamos bem a tempo de ver o pôr do sol animado pelo círculo de tambores em Siesta Beach. É um ritual festivo em que todos se reúnem para celebrar o fim do dia, no maior alto-astral. Visitamos o incrível Museu Ringling, criado por um rico e excêntrico empresário do ramo circense e sua esposa. O complexo cultural abrange o Museu de Arte, o Museu do Circo (com uma maquete de 44 mil peças), a casa onde passavam férias, um teatro e a biblioteca, além do enorme jardim.

Museu Dalí. Foto: Claudia Bins, arquivo pessoal

Por fim, fomos a Saint Petersburg, onde fica o Museu Dalí, que, sozinho, vale a visita. Ele é lindo e sempre oferece exposições interessantes, além do acervo permanente com obras do pintor espanhol. A cidade serviu de base para visitarmos Clearwater, o balneário famoso na região, não só pelas praias de águas transparentes e areias brancas, mas também pelos golfinhos. Ao visitar o aquário da cidade, é possível conhecer a história de Winter, que nada com uma prótese por ter perdido a cauda. Ficou tão famosa que acabou inspirando um filme.

*De Porto Alegre, Claudia Bins é blogueira de viagem (www.mezzomondo.com.br)

Leia mais sobre viagem e turismo

re viagem e turismo

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.