Seu Olhar

Dicas para conhecer a Sicília, ilha italiana no Mar Mediterrâneo

Pertencente à Itália, esta ilha do Mediterrâneo tem belas praias, uma grande herança grega e um passado mafioso

06/09/2016 - 03h02min | Atualizada em 06/09/2016 - 03h03min

Na seção Seu Olhar, os leitores do caderno Viagem compartilham suas experiências em destinos pelo mundo de acordo com desafios propostos por ZH semanalmente. Confira mais desafios.

Marta Barreiro em Taormina Foto: arquivo pessoal / Arquivo Pessoal

A história encontra o mar, por Marta Barreiro

Mais importante ilha do Mediterrâneo, com maiores extensão e população, a Sicília tem muito a mostrar, embora não seja tão visitada como deveria. As cidades de Palermo, Cefalù, Taormina, Agrigento e Siracusa merecem, cada uma, estadia prolongada.

Em Palermo, o ponto alto é o Teatro Massimo, construído em 1875 e cenário do filme O poderoso chefão (1972). Também são visitas obrigatórias a Catedral, datada de 1185, a fonte da Piazza Pretoria e a Foccacceria S. Francesco.

Leia também
Uma jornada entre aldeias rústicas e penhascos rochosos na Córsega, ilha francesa no Mar Mediterrâneo
Nápoles, uma sedutora cidade de luz e trevas na Itália
Itália: leitores destacam os lugares mais legais para se visitar

Em Cefalù, a 70 quilômetros de Palermo, foram gravadas cenas de Cinema Paradiso (1988). O mar é outra atração, mas o charme fica por conta das casinhas que emolduram a orla.

Taormina, na costa do Mar Jônico, é a mais bela cidade da Sicília. No alto do Monte Tauro, está a relíquia mais famosa: o Teatro Greco. Iniciado no século 3 a.C. pelos gregos, foi reconstruído pelos romanos e é usado no verão para shows. A vista é espetacular!

Em Siracusa, locação do filme Malena (2001), de Giuseppe Tornatore, encontramos o Duomo, o Templo de Apolo, o Templo de Atena e o local onde morreu o matemático Arquimedes.

Imperdível, ainda, é Agrigento, onde está o sítio arqueológico Vale dos Templos, patrimônio mundial da Unesco. Vale, ainda, a visita ao vulcão Etna, que está ativo e fica na mais alta montanha da Itália, próximo à cidade de Catânia.

A certeza é de que, em uma primeira viagem, fica difícil conhecer tanta beleza e história.

PERFIL

Marta Barreiro, 51 anos, é assessora do Ministério Público em Porto Alegre
Lugares que conhece: Europa, China, Índia, Tailândia, Estados Unidos, Canadá e Rússia
Pretende conhecer: Austrália e Jordânia

Leia mais relatos de leitores

Foto: arquivo pessoal / Arquivo Pessoal

"Taormina é cheia de cantinhos especiais e terraços panorâmicos com vistas incríveis da costa leste da Sicília. As ruínas do Teatro Greco são, talvez, o monumento mais impactante da cidade. E não é por menos. Afinal, o teatro construído em meados do século 3 a.C. tem uma vista incrível do Mar Jônico e do vulcão Etna. E, para completar, ainda serve de cenário para concertos, óperas e ballet."

Valquiria Zimmer Zucatti
De Rolante, em maio de 2016

Foto: arquivo pessoal / Arquivo Pessoal

"A pequena cidade siciliana de Corleone, com menos de 12 mil habitantes, foi berço dos mais sanguinários chefões da Cosa Nostra, que exerciam absoluto controle do território."

Sonia e Silvio Mazzali
De Porto Alegre, em julho de 2010

Foto: arquivo pessoal / Arquivo Pessoal

"A Sicília foi dominada por diversos povos, e os gregos foram os que deixaram sua herança mais marcante. O Vale dos Templos, em Agrigento, é um grande parque arqueológico sobre uma colina, com diversos templos em variados graus de conservação e uma vista linda da cidade e do mar."

Vera Girardi e Osvaldo Coelho
De Porto Alegre, em fevereiro de 2015

Curta a página do Caderno Viagem no Facebook


 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.