Um roteiro pela Índia

Um passeio pela cultural e fervilhante Mumbai, na Índia

Nossa repórter foi à Índia realizar o sonho de decifrá-lo e, depois de 30 dias, voltou ainda mais intrigada com esse lugar cheio de peculiaridades

Por: Janaína Kalsing
13/09/2016 - 03h06min | Atualizada em 13/09/2016 - 03h07min
Um passeio pela cultural e fervilhante Mumbai, na Índia Ariel Camargo/Arquivo Pessoal
Foto: Ariel Camargo / Arquivo Pessoal

Mumbai é a cidade mais fervilhante e contrastante da Índia. Na metrópole mais populosa do país (cerca de 20 milhões de habitantes), misturam-se enormes arranha-céus e casas simples, viadutos modernos e ruelas sem calçada com outras sem pavimentação, carros de luxo e carroças, homens de negócios e andarilhos. Tudo isso, em aparente harmonia. É a capital financeira e cultural do país.

A cidade é gigante, e a dica é passear por alguns ícones. Uma boa pedida é o Portão da Índia, um arco gigante construído em 1911 pelos ingleses na saída do porto. Nos arredores, há um parque e talentosos artistas de rua.

Confira o roteiro completo:

A dura Calcutá
Ioga e espiritualidade na sagrada Varanasi
Nova Délhi, capital pluricultural
Rajastão, terra dos marajás
Bangalore, uma agradável confusão
Goa, um pedacinho de Brasil
Auroville, mística e mágica 

Do porto mesmo, dá para tomar um ferry e conhecer a Ilha da Elefanta, que guarda vestígios de uma civilização que não existe mais. São sete cavernas esculpidas pelo homem em homenagem aos deuses hindus, com esculturas grandiosas do Lord Shiva, em suas várias formas. Ali, não há elefantes, mas tem macacos de sobra. E é altamente recomendável guardar a comida na mochila, pois os primatas atacam qualquer alimento que as pessoas estiverem carregando, até mesmo garrafas d'água.

Ilha da Elefanta conta com cavernas esculpidas pelo homem Foto: Ariel Camargo / Arquivo Pessoal

Voltando ao agito da cidade, faça uma caminhada despretensiosa no fim de tarde pelo calçadão à beira-mar da orla apelidada de Queen's Necklace (Gargantilha de Rainha). Além do pôr do sol, jovens aproveitam o local para namorar no metro quadrado mais liberal da Índia. 

Vale a pena fazer uma caminhada no fim de tarde pelo calçadão à beira-mar da orla apelidada de Queen's Necklace Foto: Ariel Camargo / Arquivo Pessoal

Reserve um tempo para observar o Taj Mahal Palace, um hotel cinco estrelas com quase 600 quartos, lojas de luxo, restaurantes e uma fachada deslumbrante. Também circule pela Chhatrapati Shivaji, que é uma das mais lotadas estações de trem do país. O prédio, belíssimo, é patrimônio mundial da Unesco. 

Assim como as outras cidades, lembre-se de que a melhor parte da cidade está escondida em cada esquina e ruela. Perambulando por feiras e mercados, você conhece um pouco mais do povo e da sua rotina. E, claro, pode fazer boas comprinhas.


 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.