Pela emoção

Cães conseguem diferenciar tristeza de alegria em humanos, diz pesquisa

O estudo também indicou que os animais preferem as pessoas mais alegres

13/02/2015 - 06h03min
Cães conseguem diferenciar tristeza de alegria em humanos, diz pesquisa Jessé Giotti/Agencia RBS
Foto: Jessé Giotti / Agencia RBS  

Depois de descobrir por que algumas pessoas tratam seus pets como filhos, cientistas foram ainda mais além para entender essa relação tão próxima entre os humanos e seus animais de estimação. Agora, uma pesquisa da Universidade de Medicina Veterinária de Viena mostrou que os cães conseguem distinguir quando uma pessoa está feliz ou triste (e que eles preferem as alegres).

Veja dicas para ajudar na boa convivência entre bebês e cães

No estudo, 20 cachorros foram treinados para diferenciar rostos felizes e tristes em telas de computadores. Eles eram recompensados a cada escolha feita de acordo com o pedido do instrutor.

Os animais treinados para escolher os rostos felizes conseguiram aprender a tarefa mais rapidamente do que aqueles que tiveram de escolher os rostos tristes ou raivosos.

Veja dicas de alimentação para os pets no verão

— Parece que os cães não gostam de se aproximar de pessoas raivosas — disse um dos condutores do estudo, Ludwig Huber.

Para evitar que os animais estivessem fazendo suas decisões com base em diferenças notáveis — como dentes ou linhas de expressão —, os pesquisadores cortaram as imagens, de modo que os cães vissem apenas a região dos olhos ou apenas o região boca das pessoas.

Mesmo vendo apenas metade da foto, os cães ainda conseguiam diferenciar as pessoas felizes das tristes.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.