Adeus às picadas

Caneta para aplicação de insulina sem agulha chega ao Brasil

Aparelho fabricado na Alemanha foi lançado durante congresso em São Paulo

02/04/2012 | 15h35
Caneta para aplicação de insulina sem agulha chega ao Brasil Hemocat/Divulgação
Método é recomendado para crianças, que temem injeções Foto: Hemocat / Divulgação

Um dispositivo para aplicação de insulina sem as desconfortáveis picadas de agulha está à disposição de brasileiros que sofrem com o diabetes desde a semana passada. A Caneta Safe-Inject para Aplicação de Insulina Sem Agulha, fabricada na Alemanha, foi lançada durante o 15º Congresso da Associação de Diabetes Juvenil, realizado em São Paulo.

O desconforto gerado pelas repetidas picadas de agulha é uma das maiores causas da dificuldade na aderência ao tratamento do diabetes em pacientes que necessitam usar insulina — em alguns casos são necessárias cinco ou seis injeções diárias do medicamento.

— Alguns pacientes não fazem o controle adequado da glicemia (açúcar no sangue), pois seguir corretamente a recomendação médica significa, em alguns casos, tomar injeções várias vezes ao dia — explica o médico endocrinologista Paulo Rizzo Genestreti, membro da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD).

Segundo o endocrinologista, o novo dispositivo injeta a insulina por um sistema de pressão por mola, proporcionando melhor distribuição do medicamento no tecido subcutâneo. A tecnologia do dispositivo foi desenvolvida e patenteada na Alemanha em 1999 e a caneta já é comercializada na Europa, Japão e Estados Unidos há mais de 10 anos. No Brasil, o produto recebeu selos de qualidade da Anad e ISO, e tem produção e comercialização aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Como funciona

Posicionando a Caneta Safe-Inject num ângulo de 90 graus e acionando o aplicador, um mecanismo de pressão por mola faz com que o medicamento atinja o tecido subcutâneo do paciente. A insulina é aplicada através de uma ampola com micro-orifício de 0,17mm (enquanto a maioria das agulhas de aplicação possui 0,39mm).

— O líquido aplicado penetra no subcutâneo e se espalha uniformemente em uma fração de segundo, diminuindo a possibilidade de desenvolvimento de hematomas e outros tipos de lesões que podem ocorrer com certa frequência no uso rotineiro de agulhas — Genestreti.

Além disso, como o medicamento escolhe o caminho de menor resistência para se distribuir no tecido ao ser aplicado, a aplicação se torna uma experiência muito mais confortável e segura ao paciente. O dispositivo vem acompanhado de um conjunto de acessórios que permitem a utilização de qualquer tipo de insulina, inclusive pré-misturas.

Benefícios

A ausência de agulhas elimina riscos de acidentes com perfurocortantes, diminui o risco de infecções cutâneas, contaminações cruzadas e perigo no descarte de resíduos. Também elimina a probabilidade de aplicações intramusculares ou intradérmicas, que podem ocorrer com agulhas, aumentando o risco do paciente desenvolver um quadro de hipoglicemia, podendo levar ao coma hipoglicêmico e até à morte. Estudos apontam que mais de 30% das aplicações em crianças são feitas indevidamente pela via intramuscular.

Comercialização

A Hemocat é a importadora e distribuidora exclusiva da Caneta Safe-Inject para Aplicação de Insulina Sem Agulha no Brasil. A empresa tem escritórios em Salvador e São Paulo e representantes no Rio de Janeiro e Porto Alegre. A previsão é que, em até 60 dias, 100 pontos de venda em todo o país estejam comercializando o equipamento. O paciente pode consultar o ponto de venda mais próximo de sua residência através do site www.semagulha.com.br.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.