Versão mobile

Sangue quente

Inverno propicia surgimento de varizes. Mito ou verdade?

Especialista em cirurgia vascular desvenda mitos e verdades de problemas circulatórios

29/07/2012 | 09h06
Inverno propicia surgimento de varizes. Mito ou verdade? Hanna Zabielska/Stock.xchng
Meias de compressão podem ajudar a circulação sanguínea e consequentemente evitar o aparecimento de varizes Foto: Hanna Zabielska / Stock.xchng

Ficar muito tempo de pé ou sentado, sedentarismo, má alimentação, uso do cigarro e de pílulas anticoncepcionais, além da tendência hereditária, são alguns dos fatores que contribuem para o desenvolvimento de problemas circulatórios nas pernas.

As consequências mais comuns desses hábitos são o surgimento de vasinhos, varizes e edemas de natureza linfática, nos casos mais graves. Problemas circulatórios podem ser prevenidos com dieta saudável, abolição do tabagismo, evitando excesso de peso, com a utilização das meias de compressão e a prática regular de exercícios físicos. No caso das meias há diversas graduações de compressão específicas para cada estágio de problema circulatório.

O médico Celso Ricardo Bregalda Neves, da Divisão de Cirurgia Vascular do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo desvenda alguns mitos e verdades em torno dos problemas circulatórios.

:: O inverno faz com que surjam mais varizes.

Verdade. Por conta do frio, as pessoas tendem a se exercitar menos e a consumir alimentos mais calóricos, ocasionando o surgimento de algumas complicações vasculares, como problemas circulatórios periféricos, além de varizes e vasinhos nas pernas.

:: Grávidas estão mais propensas a problemas circulatórios.

Verdade. Durante a gravidez o volume de sangue circulando pelo organismo aumenta. Também há o crescimento do útero, responsável por exercer forte pressão nas veias da região pélvica e na veia cava inferior, que drena o sangue proveniente dos membros inferiores e cavidade abdominal. Isso faz com que a pressão sanguínea nas veias das pernas seja maior, influenciando o desenvolvimento de doenças venosas. Com os vasos recebendo maior volume de sangue, podem surgir problemas circulatórios nos membros inferiores e, no caso de mulheres que já convivem com o problema, pode ocorrer piora e aparecimento de dores e desconforto.

:: Homens não estão sujeitos a problemas circulatórios.

Mito. Dores, inchaços e sensação de peso nas pernas não são sintomas que acometem apenas as mulheres. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, um em cada cinco homens sofre com problemas circulatórios, em especial com as varizes — veias que ficam tortuosas, alongadas e dilatadas devido a diversos fatores, como alterações hormonais, hereditariedade, obesidade, cigarro, vida sedentária, entre outros. Um estudo desenvolvido em Israel e nos Estados Unidos aponta que 3% dos homens e 20% das mulheres têm varizes aos 30 anos de idade. Aos 70 anos, até 70% das pessoas podem apresentar varizes dos membros inferiores.

:: Meias de compressão ajudam a tratar problemas de circulação.

Verdade. Meias de compressão graduada contribuem para a prevenção e tratamento das varizes, problemas circulatórios durante e após a gravidez, casos acentuados de inchaços, pós-cirurgia de varizes e edemas de natureza linfática. A compressão graduada garante uma maior compressão no tornozelo e diminui à medida que sobe em direção à coxa, facilitando e melhorando a circulação sanguínea. Existem modelos masculinos e femininos, com suave, média, alta e extra alta compressão.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.