Versão mobile

Cuidado com o cotonete

Hábito de limpar os ouvidos de forma incorreta pode causar sérias lesões no tímpano

Com o uso do cotonete, a cera é empurrada para o fundo do canal auditivo, podendo provocar obstrução

18/08/2012 | 15h13
Hábito de limpar os ouvidos de forma incorreta pode causar sérias lesões no tímpano Andrey Danilov/Morguefile
Para limpar os ouvidos, o indicado é usar os cotonetes apenas na parte de fora, sem empurrar no canal auditivo Foto: Andrey Danilov / Morguefile

Se você faz parte da grande parcela da população que tem o hábito de limpar os ouvidos com hastes flexíveis, popularmente conhecidas como cotonetes, é bom ficar atento. Apesar de ser uma prática comum, poucos sabem que remover a cera do canal auditivo externo gera diversos riscos, como otites e até sérias lesões no tímpano.

Há quem ignore o fato de que o cerume tem um papel fundamental, entre eles a função antimicrobiana — ou seja, a capacidade de eliminar grande parte das bactérias e outros germes que venham a entrar no canal auditivo. Além de proteger e lubrificar o canal auditivo externo.

— A cera possui uma natureza pegajosa que aprisiona objetos estranhos e previne o contato direto com diversos organismos, poluentes e insetos. Ajuda também a diminuir os riscos de infecção — afirma a fonoaudióloga Maria do Carmo Branco.

Sem essa proteção natural, ocorre um ressecamento na região e, consequentemente, o canal auditivo torna-se vulnerável.

— Quando se usa o cotonete, a secreção é empurrada para o fundo do canal auditivo e pode provocar uma obstrução que acarreta em diminuição de energia na passagem do som. O interior do canal tem células com pequenos pelos denominados cílios, que tem como uma das funções a de empurrar para fora a cera excessiva. Se a cera não for expulsa e se acumular no fundo do ouvido, vai provocar danos — explica a especialista.

O otorrinolaringologista Carlos Freire, da Universidade de São Paulo (USP), diz que a maioria dos médicos desaconselha o uso de cotonete.

— Feito de forma incorreta, ele pode compactar o cerúmen no fundo do ouvido, que só é removido por meio de lavagem feita por um médico ou com medicamentos que promovem a liquefação da cera, facilitando a remoção.

Como limpar sem agredir

:: A melhor maneira de limpar os ouvidos sem prejudicá-los é utilizar uma toalha logo após o banho, até onde o dedo alcança — e não vale o dedo mínimo.

:: Se for usar hastes flexíveis (cotonetes), cuide para limpar com cuidado, apenas por fora, sem empurrar no canal auditivo.

:: Em alguns casos, há a possibilidade de ocorrência da diminuição da audição devido à existência de excesso de cera. Neste caso, a secreção precisa ser retirada por um especialista com lavagem ou aspirações — processos realizados com instrumentos especiais que não agridem os ouvidos.

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.