Bebê saudável

Obstetra esclarece as principais dúvidas sobre a gravidez

Grávidas se preocupam com alimentação, tratamentos de saúde e relação sexual durante a gestação

24/09/2012 | 17h20
Obstetra esclarece as principais dúvidas sobre a gravidez divulgação/Divulgação
Obstetra explica que a grávida precisa se preocupar com o peso: o ideal seria engordar entre 5 e 12 quilos Foto: divulgação / Divulgação

Qualquer informação que ajude no desenvolvimento de uma gravidez saudável é valida. As gestantes se preocupam com os mínimos detalhes. Como muitas são marinheiras de primeira viagem, algumas dúvidas se repetem. O ginecologista e obstetra Domingos Mantelli Borges responde 20 dúvidas frequentes das grávidas e esclarece alguns mitos.

1. Sangrar durante o início da gravidez é normal?

É normal. A perda de sangue no início da gravidez ocorre em quase 20% das gestantes. Esse sangramento ocorre devido à nidação, a fixação do embrião dentro do útero.

2. Os meus sintomas de gravidez parecem ter desaparecido, significa que posso ter tido um aborto?

A intensidade dos sintomas como cansaço, tensão mamária, náuseas variam muito de mulher para mulher. Caso você note alguma anormalidade diante desses sintomas, procure seu médico para ele fazer um exame que possa detectar se existe algum problema fora do comum.

3. Como deve ser a alimentação?

A alimentação da gestante deve ser equilibrada. Frutas, verduras, carnes, cereais e leite devem ser incluídos. O ideal é a gestante comer pouco e fazer de quatro a seis refeições ao dia, bebendo bastante líquido (de um a dois litros de água por dia). Evite massas, doces, bebidas gasosas e álcool. E observe o seu peso, o recomendado é 9 a 12 quilos referentes ao IMC da gestante, que é considerado uma medida saudável para a mãe e o bebê.

4. É possível sentir os movimentos do feto a partir do primeiro trimestre de gestação?

Os movimentos do bebê nesse estágio ainda não são perceptíveis pela mãe. O bebê só pode ser sentido a partir da 18ª semana. Antes disso, o que a gestante sente são os movimentos peristálticos do intestino.

5. Inchaço em grávidas é sempre sinal de que a pressão está alta?

No final da gestação, o edema é bastante comum, devido à compressão da veia cava dentro do abdômen. Mas muitas vezes não significa que é problema de pressão alta.

6. Sexo durante a gravidez faz mal para o bebê?

A relação sexual pode ser bem-vinda para o casal. Exceto em casos especiais, como o surgimento de sangramento ou contrações.

7. Já dá para saber o sexo do bebê e a data do parto?

A data do parto pode ser calculada a partir da primeira data da última menstruação. Quanto ao sexo do bebê, por meio do exame de sangue a partir de 10 semanas e com o ultrassom com 18 semanas é possível saber o sexo do bebê.

8. Grávidas não podem fazer nenhum tratamento odontológico?

Isso é mito. A gestante pode realizar um tratamento bucal normalmente, pois é nesse estágio de gravidez que há maior incidência de cáries e inflamação na gengiva. Caso for necessário realizar exames de raios-X, a gestante deve vestir um avental de chumbo para proteger o feto, e a anestesia deverá ser preferencialmente sem substância vasoconstrictora.

9. A partir de quantas semanas é possível ouvir o coração do bebê?

Os batimentos cardíacos são audíveis a partir da quinta semana com o uso do ultrassom. Entre a 12ª e a 14ª semanas de gestação é possível ouvir o coraçãozinho do bebê com outro equipamento, o sonar Doppler.

10. Quantos quilos posso engordar?

A gestante deve se preocupar com o ganho de peso durante o segundo trimestre. As futuras mamães não podem ultrapassar o seu IMC (Índice de Massa Corpórea), ela pode ter variações de peso para um pouco mais ou para menos conforme o seu IMC. O ideal seria engordar de 5 a 12 quilos, no máximo .

11. Posso passar qualquer hidratante no corpo ou precisa ser um tipo específico para gestantes?

Alguns ativos de hidratantes comuns são proibidos na gravidez, como ureia em concentrações altas. Por essa razão, o melhor é optar por produtos exclusivos para gestantes. Mas saiba que mesmo eles podem causar alguma irritação.

12. Posso fazer tratamento para varizes?

As varizes que aparecem durante a gestação normalmente somem após o parto. O ideal para as gestantes que estão passando por esse problema é não optar por nenhum tratamento. Deixar as pernas levantadas por alguns minutos, evitar ficar muito parada em pé ou sentada e fazer caminhadas podem amenizar os sintomas.

13. Posso tingir o cabelo?

Somente a partir do quarto mês de gestação. As tinturas, mesmo aquelas sem amônia na composição, e a hena, não devem ser usadas no primeiro trimestre da gravidez. Escova progressiva e alisamentos também deve ser evitados durante toda a gestação.

14. Como calculo a semana de gestação?

Faça a contagem a partir do último dia da menstruação e considere que a gravidez tem 280 dias, ou 40 semanas. Mas não misture o cálculo das semanas com o dos meses. Isso porque quatro semanas tem 28 dias, não um mês.

15. A ansiedade pode acelerar o parto ou fazer mal para o bebê?

Independente do grau de ansiedade da mãe ela não interfere no aceleramento da gestação. Em alguns casos, médicos orientam o uso de medicamentos para controlar o equilíbrio emocional, pois você querendo ou não, essa ansiedade apesar de não acelerar o parto, ela libera hormônios que passa para o bebe causando varias alterações.

16. Estou muito inchada. Devo me preocupar?

O inchaço é comum no final da gestação, mas se ele acontece de forma generalizada, procure o seu médico para diagnosticar se esse edema pode desencadear um problema grave, por exemplo, a doença hipertensiva que ocorre na gravidez.

17. Tenho tido muitas dores nas costas. O que posso fazer para aliviá-las?

A coluna vertebral é bastante sobrecarregada durante a gestação. Se as dores forem insuportáveis, pode-se ainda utilizar analgésicos. Alongamentos e massagens pode ser a salvação durante toda a gravidez.

18. Até quantas semanas uma gestação pode ir?

O tempo previsto é de 40 semanas. O envelhecimento da placenta pode comprometer tanto a circulação do sangue como a troca de nutrientes entre o bebê e a mãe. Essa situação é arriscada para ambos. Porém, hoje em dia, os estudos mostram que podemos aguardar em segurança até 41 semanas.

19. Como sei que estou entrando em trabalho de parto?

As contrações aumentam e duram em torno de 30 a 40 segundos cada uma. Ocorrem, em média, três contrações em 10 minutos. O rompimento da bolsa é o sinal que a mãe deve ir para o hospital, pois ela pode estar entrando em trabalho de parto.

20. Quando o bebê encaixa?

A mulher não tem como saber. Somente um exame clínico e o toque vaginal é que são capazes de revelar se há ou não a dilatação.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.