Páscoa alternativa

Conheça formas de ensinar o significado da Páscoa às crianças

Com o apelo para a compra dos ovos de chocolate, costumes e significados acabam sendo deixados de lado

25/03/2013 | 14h01
Conheça formas de ensinar o significado da Páscoa às crianças Emílio Pedroso/Agencia RBS
Oficinas de arte estimulam as crianças a formar os próprios pontos de vista Foto: Emílio Pedroso / Agencia RBS

Com o preço dos chocolates em alta e toda a mobilização do mercado para fazer você comprar as últimas versões dos ovos de Páscoa da moda, tradições, costumes e significados da data acabam sendo deixados de lado.

Para fugir do exagero consumista e resgatar o sentido da tradição que viveu na infância, a jornalista e doutora em Letras Renata Eichenberg costuma levar os filhos para celebrar a Páscoa na fazenda dos pais, onde o “coelhinho esconde os ninhos da família”. Bento, três anos, vai procurar a caixa de madeira decorada pela mãe seguindo o rastro do animal.

Para estimular a criatividade e mostrar a importância da preparação artesanal, Renata levou o filho a uma oficina de artes para crianças onde a professora Tatiana Suarez ensinou os pitocos a confeccionarem e customizarem os próprios coelhos da Páscoa.

— A arte ajuda a construir o próprio ponto de vista — diz a proprietária do Espaço Lezanfan, onde ocorrem as aulas de arte.

Outro local que possibilita um olhar menos mercantil é a Quinta da Estância, fazenda de ecoturismo localizada em Viamão que, durante os meses de março e abril, tem programação especial para sensibilizar os visitantes mirins sobre a parte não relacionada ao chocolate que envolve a data. Atividades como visitar a criação de coelhos da fazenda, ver a chocagem de ovos, aprender como é a confecção de pães em forma de pomba pascal e conhecer a amamentação de cordeiros estão no programa. Com a ajuda de monitores, os alunos confeccionam seu próprio ninho feito com reaproveitamento de materiais, barba-de-pau e outros ornamentos naturais.

Vídeo: Professora ensina significado da Páscoa para crianças:


As tradições

A Páscoa — termo grego que significa "passagem" — representa uma importante festa dos cristãos para celebrar a ressurreição de Jesus. Desde os tempos mais antigos, a comemoração pagã associa a ocasião ao coelho e ao ovo.

As duas figuras são simbolicamente ligadas à fertilidade. O coelho porque se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da Antiguidade, fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, em época de altos índices de mortalidade. A prática de pintar ovos cozidos, decorados com desenhos e formas abstratas, também está associada à esperança de vida nova. Para adaptar ao gosto infantil, os ovos foram substituídos por chocolates ou até mesmo recheados com balas e amendoim doce.


VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.