Versão mobile

Dor

Esporão calcâneo pode ser a causa de dores nos pés

Doença degenerativa que atinge a parte anterior do osso do calcanhar costuma se manifestar em mulheres entre 40 e 50 anos

09/06/2013 | 08h59
Esporão calcâneo pode ser a causa de dores nos pés Inmagine Free/Divulgação
Calçado inadequado, prática de esporte e sobrepeso podem ocasionar o problema Foto: Inmagine Free / Divulgação

Considerado um problema ósseo, o esporão calcâneo é uma doença degenerativa que atinge a parte anterior do osso do calcanhar. Existem dois tipos de esporão: o inferior, que compromete a fáscia plantar e o posterior, da bolsa retrocalcânea, localizada na parte inferior dos pés.

— O osso do calcâneo é o maior de toda a estrutura óssea do pé e suporta todo o peso do corpo, podendo sofrer impactos constantes e intensos. O esforço excessivo nessas regiões pode causar inflamações e fissuras. Tendão de Aquiles e pés com curvaturas incorretas podem causar o problema — esclarece o ortopedista Laércio Ricco.

O esporão calcâneo tem como principais vítimas mulheres na faixa etária de 40 a 50 anos, que passam muitas horas de pé ou praticantes de corridas e caminhadas. Apesar de atingir mais as mulheres, homens também podem sofrer com esse problema.

— A anatomia do pé é composta por estruturas de musculo (elásticas) e a fáscias (rígidas). Essa combinação proporciona o impulso necessário quando o calcanhar se locomove do chão. A sobrecarga provoca inflamações. Com o tempo, o incômodo do pé pode passar para joelhos, pernas, quadris e coluna — explica o ortopedista.

A dor é o principal sintoma do esporão do calcâneo. Normalmente, ela é sentida de maneira pulsante na zona plantar do calcanhar. O incômodo normalmente surge ao colocar o sapato, após a prática de esportes. Nem todas as dores no calcanhar, no entanto, são sinais de esporão. Por isso é necessário realizar exames físicos ou radiografia para diagnosticar o problema.

De acordo com a gravidade do caso do paciente, o tratamento pode ser bem simples. Em alguns casos, é indicado o uso de palmilhas de silicone para o calcanhar. Além disso, os pacientes são orientados a fazer alongamento do tendão de Aquiles e da fáscia plantar. Na maioria dos casos, os problemas são resolvidos simplesmente com o uso desses recursos.

Em casos mais graves são sugeridos outras formas de tratamento, como o uso da tala noturna (Night Splint), que imobiliza o tornozelo e alonga a fáscia plantar, injeções de corticóide na região ou, em casos extremos, cirurgia.

Dicas de como evitar o esporão calcâneo:

— Evite ficar em pé por muitas horas

— Use sapatos e tênis fechados e protegidos

— Dê preferência para sapatos com amortecedores e salto de no mínimo 2,5 cm de altura

— Controle o excesso de peso

 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.