Sem picadas

Pesquisadores desenvolvem adesivo para medir glicose em diabéticos

Sensor poderia, inclusive, aplicar insulina quando necessário

15/03/2017 - 13h41min | Atualizada em 15/03/2017 - 13h48min
Pesquisadores desenvolvem adesivo para medir glicose em diabéticos Tadeu Vilani/Agencia RBS
Picadas diárias seriam substituídas por um adesivo colado na pele Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS  

Um adesivo colado na pele promete ser uma opção para acabar com as picadas diárias para medir os níveis de açúcar no sangue dos pacientes com diabetes. Criado na Coreia do Sul, o sensor mostrou nível de eficácia semelhante aos produtos que já existem no mercado. No entanto, precisa de mais estudos para se tornar comercial, conforme o jornal O Globo.

Leia mais:
Grupo estuda "bafômetro" para detectar diabetes
Diabetes tipo 2: como identificar, prevenir e tratar

O adesivo é capaz de medir o açúcar em apenas um microlitro de suor e ainda é resistente a deformações na pele. Além da medição constante da glicose, os pesquisadores sul-coreanos propõem que o sensor seja conectado a um aplicador de medicamentos. Assim, quando os níveis de açúcar atingirem um determinado patamar, a insulina seria injetada automaticamente através de microagulhas.

 






 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.