Assistência em saúde

Santa Casa lança o Pacote Social, programa que oferece procedimentos com preços acessíveis

Objetivo é atender parcela da população sem condições de pagar um plano particular

20/03/2017 - 16h54min | Atualizada em 20/03/2017 - 16h54min

A Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre lançou, nesta segunda-feira, o Pacote Social, uma nova modalidade de assistência para atender a pessoas que não têm ou perderam o plano de saúde. O programa é composto por uma série de procedimentos oferecidos à comunidade por preços acessíveis, incluindo custos hospitalares, honorários médicos e acomodação em quarto com até três leitos.

Leia mais:
Saiba por que os brasileiros são os mais ansiosos do mundo
Apenas 22 municípios têm cobertura adequada contra o HPV

Para o diretor-geral e de relações institucionais da Santa Casa, Julio Dornelles de Matos, a iniciativa tem como objetivo suprir uma demanda do mercado que surgiu com o aumento da crise que atingiu o bolso dos brasileiros, deixando uma parcela da população sem condições de pagar um plano particular:

— Ao mesmo tempo, aumenta a diversidade de clínicas populares que realizam consultas. Só que, quando o paciente precisa de procedimentos, acaba sem ter onde fazer. São cirurgias de menor complexidade, mas como as pessoas não conseguem resolver, então, o problema agrava e isso resulta na superlotação das emergências.

No lançamento do projeto, a Santa Casa oferece mais de 35 procedimentos que podem ser feitos com valor reduzido. A lista foi feita com base nas cirurgias mais frequentes na casa de saúde.

— Começamos hoje e estamos preparados para responder a demanda. Esta é uma lista de procedimentos inicial e, de acordo com a necessidade, vamos ampliando — garante Matos.

Ao todo, o programa conta com 27 médicos das seguintes especialidades: cirurgia torácica, otorrinolaringologia, geral, urologia, traumato-ortopedia, pediatria, angiologia, cabeça e pescoço, além de anestesia. Eles devem realizar procedimentos como vasectomia, cirurgia de varizes e fimose, por exemplo.

Para ser atendido utilizando o pacote é preciso do encaminhamento de um médico já com o diagnóstico do paciente e indicação para realização do procedimento. Além das cirurgias, o programa também contemplará exames a baixo custo, quando eles forem solicitados por profissionais da Santa Casa. Pacientes que já são atendidos na instituição pelo SUS não podem participar do programa. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3214-8000. A lista completa de procedimentos pode ser acessada pelo site específico.

Tire algumas dúvidas

> O Pacote Social não é gratuito. No entanto, é uma opção de atendimento com valores mais acessíveis. O preço cobrado inclui custos hospitalares e de honorários médicos, incluindo anestesista. A acomodação é em quartos com até três leitos.

> Para realizar um procedimento pelo programa, é preciso ter o encaminhamento de um médico particular, de posto de saúde, clínicas populares etc.

> Pacientes em espera na fila do SUS para realizar o procedimento indicado não podem utilizar o benefício.

— A iniciativa também oferece consultas, mas apenas para confirmação do diagnóstico emitido pelo médico. Este atendimento custa R$ 50.

> Exames também terão custo reduzido quando solicitados pelos profissionais da Santa Casa.

> O atendimento pode ser parcelado em até 10 vezes no cartão de crédito.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.