Saúde

Confira as doenças que podem se manifestar por meio da boca

Doenças podem dar os primeiros sinais por meio dela. Saiba como identificar possíveis problemas

Por: Camila Kosachenco
29/07/2017 - 13h00min | Atualizada em 30/07/2017 - 19h22min
Confira as doenças que podem se manifestar por meio da boca Júlio Woolpert/Stock Photos/Divulgação
Foto: Júlio Woolpert/Stock Photos / Divulgação  

Além de servir para nossa comunicação e nutrição, a boca desempenha papel importante na identificação de doenças. Algumas enfermidades podem dar os primeiros indícios por meio dela, sinalizando que o corpo apresenta algum desequilíbrio.

As mais variadas doenças são passíveis de detecção a partir de manifestações bucais. Por isso, especialistas reforçam a importância do autoexame (leia mais abaixo) e da análise de um profissional.

– A cavidade bucal apresenta uma série de variações dentro do padrão de normalidade. Por exemplo: a simples presença de varizes na língua costuma ser motivo de susto para os pacientes, mas não representa risco. Por isso, desaconselho buscar informações leigas na internet. Se detectar algo que preocupa, a orientação é consultar um cirurgião-dentista ou um especialista em estomatologia, área que trata das doenças da boca – orienta Maria Antonia Zancanaro de Figueiredo, chefe do serviço de Estomatologia do Hospital São Lucas da PUCRS.

Conheça algumas doenças que se manifestam pela boca e seus sinais.

Aids

Pessoas que têm aids podem apresentar manifestações bucais. A presença de candidíase, popular "sapinho", é um alerta para uma investigação da doença, especialmente em pacientes jovens.

– Quando não há justificativas para a presença de uma infecção por fungo, é bom solicitar um exame anti HIV – diz Maria Antonia Zancanaro de Figueiredo, chefe do serviço de Estomatologia do Hospital São Lucas da PUCRS.

Conforme a especialista, essas feridas não costumam doer. Outras infecções oportunistas como o herpes recorrente também podem sinalizar problemas de imunossupressão.

– Episódios repetidos e exacerbados de herpes sugerem ao profissional que o paciente está imunodeprimido – afirma a Maria Antonia.

As lesões causadas por herpes tendem a doer e podem ser identificadas pela presença de pequenas bolhas que se formam, principalmente, nos lábios.

Câncer de boca

Manchas negras, vermelhas ou brancas e de tamanho variável devem ser observadas com cuidado, pois podem evoluir para um câncer de boca. Crescimento de tecido e feridas que não cicatrizam em aproximadamente 15 dias também devem ser investigados.

– Mas isso não significa que se trata de um câncer – observa Maria Antonia, explicando que esses indicativos devem apenas servir de alerta.

Segundo a especialista, quando descoberto no início, as chances de cura do câncer bucal são muito grandes. Por outro lado, quando ignorado, pode requerer tratamento cirúrgico e, por vezes, desfigurar o paciente.

Embora possa afetar toda a população, homens acima dos 50 anos, fumantes e que consomem álcool – principalmente destilados – com frequência estão mais predispostos à doença.

Diabetes

Ardência, sensação de boca seca e candidíase podem indicar diabetes. Diabéticos têm risco maior de doença periodontal, uma inflamação crônica da gengiva e dos componentes de suporte do dente. Ao mesmo tempo, essa inflamação pode afetar o controle da glicose, pois as bactérias periodontais promovem uma reação inflamatória generalizada no organismo.

Sífilis

Algumas doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) eventualmente apresentam manifestações bucais. A sífilis é uma delas e pode ser transmitida por via genital ou oral.

A fase primária, quando o Treponema pallidum (bactéria que causa o problema) entra no organismo diretamente pelo contato com a mucosa bucal ou genital, costuma exibir lesão única, sob a forma de um nódulo indolor, que apenas dá a sensação de desconforto. Quando não há diagnóstico e tratamento nesse início, o microrganismo invade a via circulatória, e a boca pode apresentar várias lesões.

– Geralmente, os pacientes acham que estão cheios de "aftas", mas com o exame, pode-se detectar as placas mucosas esbranquiçadas e avermelhadas características desse estágio da doença – descreve Maria Antonia.

Anemia

Língua lisa, despapilada e sensação de ardência na língua e na boca podem indicar um quadro de anemia.

– A doença causa fragilidade para a mucosa, por isso há a sensação de ardência – explica a doutora em Estomatologia Nicole de Mello Rahde.

Esses sintomas também podem representar falta de vitamina B12 e ácido fólico, além de anemia.

Faça o autoexame

A estomatologista Maria Antonia orienta que as pessoas façam o autoexame em casa e, detectando alguma alteração significativa, procurem um especialista.

O processo é simples: em frente ao espelho, com boa iluminação, visualize todas as estruturas da mucosa oral, sem esquecer de examinar a língua.

Leia mais do caderno Vida

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.