In the end

Apesar de mais pop, último disco do Linkin Park com Chester Bennington apresenta letras sombrias

Lançado em maio, "One More Light" recebeu críticas de parte dos fãs que esperavam um álbum que remetesse aos primeiros trabalhos da banda

Por: Zero Hora
21/07/2017 - 14h15min | Atualizada em 21/07/2017 - 14h26min
Apesar de mais pop, último disco do Linkin Park com Chester Bennington apresenta letras sombrias James Minchin/Divulgação
Foto: James Minchin / Divulgação  

Lançado em maio, One More Light vai ficar marcado como o último disco do Linkin Park com o vocalista Chester Bennington, que foi encontrado morto com sinais de suicídio na quinta-feira (20). No sétimo álbum de estúdio do grupo, a banda se afasta do nu metal – gênero que consagrou o grupo em seus primeiros álbuns, como Hybrid Theory (2000) e Meteora (2003) – e buscou uma sonoridade mais próxima hip hop, pop e eletrônico.

A guinada sonora do Linkin Park foi bastante criticada por uma parte dos fãs, que ainda veneram o som pesado da banda dos primeiros discos. Em entrevista ao Music Week, Chester mostrou descontentamento com essas opiniões.

– Quando fizemos Hybrid Theory, eu era o cara mais velho na banda, com 20 e poucos anos. É por isso que acho que estou tipo: por que ainda falam de Hybrid Theory? Já faz muito tempo. É um grande disco, nós adoramos. Mas, tipo, siga adiante, sabe? – declarou o vocalista.

Leia mais
VÍDEO: como foi a fila para o show do Linkin Park em POA
Em 2012, Linkin Park estreou em Porto Alegre após recorde no YouTube

Chester também comentou sobre sua relação com o sucesso.

– Nos perguntam: "O que você acha das pessoas que dizem que vocês se venderam?". Não ligo. Se você gosta da música, fantástico. Se não, é sua opinião também. Fantástico. Se você diz que trabalhamos por uma questão comercial ou monetária, tentando fazer sucesso por uma fórmula... então, dê uma punhalada na cara – disse. 

O descontentamento com a nova fase da banda era manifestada nos shows, como é possível observar neste vídeo de uma apresentação realizada em junho no festival de rock Hellfest, em Clisson, na França. Quando Chester começa a interpretar Heavy, faixa do One More Light, há um princípio de vaia e um copo é arremessado no vocalista.

Apesar das críticas à sonoridade mais pop, One More Light apresentava letras sombrias e melancólicas. Ao longo da trajetória do Linkin Park, Chester sempre escreveu sobre suas angústias. No último disco, não foi diferente. No primeiro single, Heavy, o vocalista canta:  "I'm holding on/ Why is everything so heavy? (...) To so much more than I can carry / I keep dragging around what's bringing me down / If I just let go, I'd be set free" ("Eu estou segurando / Por que tudo é tão pesado? (...) Muito mais do que eu posso carregar / Eu continuo arrastando comigo o que me derruba / Se eu soltasse, eu poderia me libertar").

Em Nobody Can Save Me, Chester diz: "But nobody can save me now / I¿m holding up a light / I¿m chasing up the darkness inside / 'Cause nobody can save me" ("Mas ninguém pode me salvar agora / Estou segurando uma luz / Estou caçando minha escuridão interna / Porque ninguém pode me salvar").

Battle Symphony diz: "They say that I don't belong / Say that I should retreat / That I'm marching to the rhythm of a lonesome defeat" ("Eles dizem que eu não me encaixo / Dizem que eu deveria recuar / Que eu estou marchando ao ritmo de uma derrota solitária"). Na mesma música: "Please just don't give up on me and my eyes are wide awake" (Por favor, só não desista de mim e  meus olhos estão bem abertos).

Cerca de duas horas antes da confirmação da morte de Chester Bennington, o Linkin Park divulgou o clipe de Talking To Myself

Logo após seu lançamento, One More Light chegou ao topo da Billboard – marca que a banda não atingia desde Living Things, de 2012. Foi a sexta vez que o Linkin Park chegou à primeira posição da Billboard, se juntando a um seleto grupo do rock que já alcançaram a marca: The Beatles, The Rolling Stones, Led Zeppelin, U2, Bon Jovi, Metallica, Eagles e Dave Matthews Band.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.