0 a 0

Vasco e Santos ficam no empate no Nilton Santos

Partida foi disputada com portões fechados na tarde deste domingo pelo Campeonato Brasileiro após interdição de São Januário

Por: Lancepress
16/07/2017 - 19h05min

A graça do futebol é a emoção do torcedor vibrando com cada lance de sua equipe nas arquibancadas. Na tarde deste domingo, porém, isto não foi possível observar na partida entre Vasco e Santos Os portões ficaram fechados por conta da segurança. E os jogadores parece que, assim como os torcedores, não entraram em campo também. Não criaram em 90 minutos sem graça. Resultado foi um empate em 0 a 0.

Sem São Januário, interditado pelo STJD por conta das confusões no clássico do Vasco com o Flamengo na semana passada, Vasco e Santos tiveram o Nilton Santos como palco da partida deste domingo - quem escolheu o estádio foi a CBF. O fato de ter sido com portões fechados, sem a presença dos torcedores, parece que contaminou negativamente o espírito dos jogadores.

Leia mais
Flamengo larga na frente, mas leva empate do Cruzeiro
De virada, Atlético-MG vence o xará lanterna fora de casa
Cotação ZH: veja quem foi o destaque do Grêmio na vitória sobre a Ponte Preta

O primeiro tempo foi muito ruim. Tanto para o Vasco quanto para o Santos. De dar sono. As equipes não conseguiram criar, ficando dependentes de jogadas de bola parada e lances individuais. Finalizações a gol também eram pouco vistas. Os 45 minutos iniciais no Nilton Santos tiveram apenas duas, uma para cada lado.

Na volta do intervalo, a situação melhorou um pouco. Aos cinco, Ramon foi na linha de fundo, tabelou com Nenê e cruzou na cabeça de Thalles, que levou perigo ao gol defendido por João Paulo. Dez minutos mais tarde, nova chance para o Vasco, dessa vez com Thalles. O camisa 9 arriscou de longe, João Paulo espalmou e Madson errou no rebote.

A partida continuou truncada. Um erro de Ednelson Silva no Vasco foi ter demorado a mexer, principalmente para colocar os meninos da base. Nomes como Guilherme Costa e Paulo Vitor se destacaram na goleada sobre o Vitória na rodada anterior, têm qualidades e são veloz. Peças que seriam úteis ao Cruz-Maltino entrando em campo antes.

O Santos tentava se organizar, mas acabou sofrendo com a expulsão de Daniel Guedes aos 38 minutos do segundo tempo. O técnico Levir Culpi passou a segurar mais os seus jogadores, mostrando claramente a satisfação pelo empate fora de casa. O Vasco acabou colocando depois da expulsão os garotos da base, uma pressão foi feita, mas não adiantou. Jogo sem torcida ficou sem gols.

* Lancepress

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.