Manifestos

Dilma é alvo de vaias e ofensas ao entregar taça da Copa

Presidente já havia sido alvo na abertura da competição, em São Paulo

Atualizada em 04/09/2014 | 13h4713/07/2014 | 20h06
Dilma é alvo de vaias e ofensas ao entregar taça da Copa Jefferson Botega/Agencia RBS
Dilma deu a taça de campeão do mundo para Lahm Foto: Jefferson Botega / Agencia RBS

A presidente Dilma Rousseff foi vaiada e ofendida com intensidade quando sua imagem surgiu nos telões do Maracanã, durante a entrega das premiações aos melhores da Copa do Mundo, neste domingo. Durante e após a decisão do Mundial, ela foi hostilizada cinco vezes ao todo por parte do público que compareceu ao estádio.

Alemanha é a primeira seleção europeia campeã nas Américas
Cotação ZH: herói do título, Götze é o destaque da final da Copa
Leia todas as notícias da Copa do Mundo de 2014
Confira como foram todos os jogos do Mundial

A manifestação se repetiu quando ela apareceu cumprimentando o técnico da Argentina, Alejandro Sabella e foi mais forte no momento em que Dilma entregou o troféu de campeão para o capitão do time alemão, Philipp Lahm. Nesse instante, as vaias se transformaram num cântico ofensivo à presidente. Ela ficou com o troféu em mãos por apenas três segundos.

Antes, quando os alemães recebiam apenas as medalhas pelo título, a euforia da torcida alemã abafou outras vaias à presidente. A música alta no estádio também ofuscou os apupos. Os telões evitaram mostrar a presidente sozinha em meio a outras autoridades, durante a cerimônia.

Na abertura da Copa, no dia 12 de junho, Dilma ouviu vaias mais fortes e até xingamentos no Itaquerão, em São Paulo, antes e durante a partida da seleção brasileira contra a Croácia.

 


Baixe o aplicativo Além do Campo, da Liga dos Fanáticos, e siga as seleções da Copa.

Android

iOS

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.