2 a 1

Com gol nos acréscimos, Inter perde para o Vila Nova no Serra Dourada

Mateus Anderson fez o segundo para o time de Goiás

22/07/2017 - 18h23min | Atualizada em 23/07/2017 - 09h02min
Com gol nos acréscimos, Inter perde para o Vila Nova no Serra Dourada Ricardo Duarte/Inter Divulgação
Foto: Ricardo Duarte / Inter Divulgação  

O Inter simplesmente não consegue deslanchar na Série B. Desta vez, foi a cidade de Goiânia que assistiu ao baixíssimo futebol do ainda time de Guto Ferreira. Nova má atuação, nova derrota. O 2 a 1 foi um castigo ao péssimo futebol do Inter, cujos jogadores parecem fazer cada vez menos. Na terça-feira, o Inter receberá o Oeste (time que já goleou por 4 a 1, na Copa do Brasil, em fevereiro). Possivelmente com a estreia do meia Camilo. Winck, Cuesta e Dourado receberam o terceiro cartão amarelo e estão fora da partida. O tempo de Guto Ferreira no Inter está se esgotando.

Leia mais:
Confira a tabela de classificação da Série B
Ouça a narração do gol do Inter na derrota por 2 a 1 para o Vila Nova
Cotação ZH: veja as notas dos jogadores do Inter na derrota para o Vila Nova

Mesmo em um Serra Dourada com portões fechados e sem presença de torcida, devido à punição do STJD a Vila Nova e ao Goiás, em virtude da batalha campal entre as suas organizadas, o primeiro tempo do Inter até que iniciou animado. Dominando as ações nos primeiros minutos, o Inter montava um cerco em frente da área do Vila Nova, cercava, cercava, mas não chutava em gol — e, pior, errava muitos passes. Luis Carlos, goleiro do time goiano, fez uma intervenção apenas — e porque falhou ao cortar um cruzamento, quando deveria agarrar firme. Afora isso, o Inter ainda conseguiu uma e outra chegada com Uendel e com Diego. E foi só.

A partir dos 25 minutos, foi o Vila Nova quem decidiu tomar conta da partida e obrigou o Inter a recuar. Assim como o time de Guto Ferreira, porém, cercou a área adversária sem concluir no gol. Aos 42, o uruguaio Filgueiras se aproveitou de um erro de Victor Cuesta, bateu de dentro da área, para fora. Um perigo para o Inter, ao final do primeiro tempo.

Leia mais:
Vice de futebol do Inter garante Guto Ferreira no cargo: "Temos dois jogos importantes"
"Resultado é fruto de desempenho", lamenta presidente do Inter após derrota para o Vila Nova
Guto Ferreira fala sobre pressão após derrota do Inter: "Estamos sempre na corda bamba"

No segundo tempo, mais do mesmo. Um futebol insosso de quem parecia descompromissado em campo. Aos 13 minutos, porém, o Vila Nova esquentou a partida. Após um passe para a área, Dourado entrou de maneira afobada de carrinho na bola e acabou dando o passe para Alípio bater fraco, na saída de Danilo Fernandes, que não conseguiu fazer a defesa.

Assim que o Inter sofreu o gol, Guto Ferreira se virou para o banco de reservas e mandou Nico e Sasha a campo, nos lugares de Diego e D'Alessandro. Em seguida, Juan também foi a campo, no lugar de Gutiérrez.

Aos 25 minutos, o Inter precisou fazer o mínimo para empatar. Uendel cruzou para a área e o atacante Mateus desviou a bola com o braço. Pênalti. Pottker cobrou, o goleiro Luis Carlos espalmou, mas sem a força necessária para evitar o gol de empate do Inter.

Após o 1 a 1, o Inter bem que tentou, mas não teve forças para virar. Pior, foi ao ataque e deixou a defesa exposta. Em um contra-ataque, Mateus (o mesmo que havia cometido o pênalti) invadiu a área e bateu para fazer o 2 a 1. 

Confira a galeria de fotos de Vila Nova x Inter

Foto: Ricardo Duarte

Leia outras notícias sobre o Inter

Acompanhe o Inter no Colorado Gaúcha ZH. Baixe o aplicativo:

Android

iOS

*ZHESPORTES

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.