Descontente

"Hoje fui o besta", diz Guto Ferreira parafraseando ex-técnico da seleção portuguesa

Treinador do Inter usou frase para falar das substituições na equipe

Por: ZH Esportes
15/07/2017 - 19h52min | Atualizada em 15/07/2017 - 20h53min

Ex-técnico da seleção portuguesa, Otto Glória disse certa vez que "quando se perde o treinador é chamado de besta, quando vence, de bestial (que significa bom, em Portugal). Na breve entrevista coletiva que concedeu após a derrota por 2 a 0 para o CRB, o técnico Guto Ferreira fez um discurso que fez lembrar o técnico carioca falecido em 1986.

Leia mais:




O comandante colorado reconheceu que, no Rei Pelé, o time teve uma atuação ruim. E, também, que não teve uma das tardes mais felizes da carreira. Ao justificar as modificações no Inter, Guto falou:

— O Cláudio (Winck, substituído no segundo tempo) vinha tendo dificuldades pela beirada, e o Edenilson passa bem ali. Colocamos o Carlos e até tentamos fazer de alguma maneira que trouxesse... Mas quando dá certo, você é bestial. Quando não dá certo, é o besta. Hoje fui o besta — falou.

Crítico, Guto viu o Inter fazendo um início de jogo razoável. Porém, mais tarde, entendeu que a equipe teve queda de desempenho.

— Faltou muita coisa. No início da partida até criamos situações, mas depois não fluiu como esperamos e não aconteceu o que a gente buscava. Ficamos bem aquém do que a gente esperava.

Leia outras notícias sobre o Inter

Acompanhe o Inter no Colorado Gaúcha ZH. Baixe o aplicativo:

Android

iOS

*ZHESPORTES

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.