Brasileirão

"Lógico que preocupa", diz Rodriguinho após dois empates consecutivos do Corinthians

Time paulista diminuiu vantagem com o Grêmio na liderança do Brasileirão de 10 para seis pontos

Por: Lancepress
20/07/2017 - 22h51min | Atualizada em 20/07/2017 - 22h56min
"Lógico que preocupa", diz Rodriguinho após dois empates consecutivos do Corinthians Daniel Augusto Jr./Corinthians,Divulgação
Foto: Daniel Augusto Jr. / Corinthians,Divulgação  

- A gente está bem consciente do que está fazendo.

Entre os jogadores mais experientes do atual elenco do Corinthians, Rodriguinho vê com serenidade o momento da equipe no Campeonato Brasileiro. Apesar da liderança obtida há 11 rodadas, o Timão vive um período de contestações em razão dos dois empates seguidos, contra Atlético-PR e Avaí - já eram três meses sem uma sequência de partidas sem vitórias. A vantagem na ponta que era de dez pontos caiu para seis em uma semana por conta dos resultados positivos do Grêmio, que volta a ver a ponta da tabela como realidade próxima. A confiança no futebol corintiano, no entanto, supera a preocupação pela aproximação dos gaúchos e o momento de oscilação.

— Lógico que preocupa (a diminuição da vantagem na liderança). A gente não queria ver essa vantagem cair, mas como a gente sempre vem frisando ainda tem muito campeonato pela frente e essa distância vai oscilar, uma hora vai cair, na outra eles também vão ter os tropeços dele, e a vantagem vai ficar variando. Mas a gente pretende voltar a somar os três pontos o mais rápido possível para que a gente possa manter essa distância a maior possível — disse o camisa 26, antes de reforçar a consciência do Corinthians com o quadro atual.

Leia mais:
"Profeta" Renato Portaluppi gera memes após segundo empate do Corinthians
Jadson tem fraturas na costela e fica fora do Corinthians por ao menos um mês
Corinthians empata com o Avaí, e Grêmio fica a seis pontos da liderança

— Os resultados não apareceram nesses últimos dois jogos, mas a equipe vem demonstrando um perfil de jogo muito bom, mantendo o nível de atuação que estava e daqui a pouco os resultados vão voltar a aparecer. Pelo menos a gente não está perdendo nesses jogos (...) Quando a gente vem de uma sequência muito grande de vitórias as equipes vêm com atenção redobrada. Aqui em casa contra o Atlético-PR foi dessa forma, lá contra o Avaí também, eles se fecharam, exploraram contra-ataque. Nós criamos oportunidade de fazer nosso gol, mas infelizmente não fomos eficientes dessa vez. A partir do momento em que a bola começar a entrar de novo, pelo jeito que a equipe está jogando, a gente vai voltar a vencer.

Em 15 rodadas já disputadas, o Corinthians soma aproveitamento de 82,2% dos pontos, com 11 vitórias e quatro empates até o momento. A equipe está invicta há quatro meses e tem liderança garantida por pelo menos mais uma rodada na competição.

Confira a seguir outras declarações de Rodriguinho durante o desembarque da delegação corintiana após o empate em 0 a 0 com o Avaí.

PRESSÃO AUMENTA?

"A pressão ela existe de toda forma. Quando a gente está ganhando, está invicto, a gente não pode perder para que isso não acabe, então é uma pressão, depois de dois empates já tem pressão para ganhar. Sempre existe pressão aqui, a gente tem que lidar com isso da melhor forma possível, manter os pés no chão, a cabeça no lugar, a humildade que a gente vem trabalhando como sempre, para que as coisas possam continuar da mesma forma, a equipe jogando bem. Nesses últimos dois jogos o resultado não apareceu, mas tenho certeza que se a gente continuar jogando dessa forma as coisas vão acontecer."

LÍDER SE JUSTIFICANDO

"É estranho, né? Principalmente pela sequência que temos. Muitas vezes pelo jogo que foi ficamos com sentimento ruim, porque poderíamos ter ganho o jogo. Mas a equipe somou um ponto fora de casa, é de se comemorar e estamos firmes."

SEQUÊNCIA DE INVENCIBILIDADE

"Lógico que é legal ter essa marca, estar buscando isso, mostra o trabalho que a equipe está tendo e mantendo, mas isso aí não é nosso principal objetivo, porque uma hora a derrota vai acontecer e temos que assimilar da melhor forma para que a equipe não possa cair de produção. Estamos focados mesmo em somar pontos e brigar lá em cima até o final."

NOVA FASE DO CAMPEONATO APÓS TROPEÇOS

"Eu não diria tropeços, e sim resultados que nós não queríamos, que a gente dentro de casa tinha a obrigação de ganhar, por uma infelicidade tomamos um gol. Mas fora de casa o empate não é tão ruim quanto algumas pessoas podem estar falando. Lógico que queremos sempre vencer, mas estamos em fase muito boa e precisamos olhar para a forma com que a equipe está jogando."

FLUMINENSE FORA DE CASA

"Vai ser mais um jogo difícil, no Brasileiro não tem jogo fácil. São todos pedreiras. Mas pela forma que a equipe joga fora de casa nos dá uma confiança para que possamos quem sabe conseguir um bom resultado lá, sabendo da dificuldade que vai ser. Estamos focados e com humildade vamos chegar lá."

CAMPEONATO VOLTA À NORMALIDADE

"Realmente o que a gente fez na primeira parte do campeonato é uma coisa surreal, não sei se é a palavra certa, mas é muito difícil de acontecer. E como já fizemos temos uma gordura para se queimar. Mas dificilmente acontecerá de novo nas próximas 13 ou 14 rodadas, senão nós definiríamos o campeonato muito rápido. A normalidade vai ser que a equipe oscile, ganhe, perca, empate, assim vai ser o campeonato. Mas como temos uma gordura boa vamos aproveitar para brigar por título nas rodadas finais. A gente vai fazer de tudo para a equipe continue sem perder, mas o trabalho que vem sendo feito, a forma como a equipe se impõe dentro e fora de casa, nos dá confiança para seguir muito bem."

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.