Série B

Torcedor Xavante: Clemer estreia com vitória e com esquema novo

Artur Chagas fala sobre início do novo técnico do Brasil-Pel

24/07/2017 - 11h05min | Atualizada em 24/07/2017 - 11h05min
Torcedor Xavante: Clemer estreia com vitória e com esquema novo Brasil de Pelotas / Rádio Gaúcha/Rádio Gaúcha
Foto: Brasil de Pelotas / Rádio Gaúcha / Rádio Gaúcha  

O técnico Clemer venceu o primeiro confronto no comando do Grêmio Esportivo Brasil. Itaqui e Nem marcaram os gols em cobranças de falta, uma em cada tempo, na vitória de 2 a 1 sobre o Paysandu, que descontou com Marcão. O esquema tático de Clemer foi o 4-1-4-1. Outra mudança, talvez a principal no jogo de sábado, foi a postura xavante ao ficar com 1 a menos e sofrer uma pressão do Paysandu. 

Nos minutos finais o xavante perdeu Marcinho, expulso. A partir daí, o Brasil quando tinha a bola não se livrava dela no chutão. Procurava trocar passes com aproximações para fazer o tempo passar. Destaque para a grande atuação do goleiro Marcelo Pitol, que também ajudou a segurar as pontas no momento difícil do jogo. A vitória deu uma folga ao Brasil que subiu uma posição. É décimo quinto com 20 pontos, três acima da degola. O time da Baixada jogou com Marcelo Pitol, Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco e Breno Itaqui, João Afonso. Nem (Leandro Leite), Wagner, (Juninho) Marcinho e Lincom. 

Leia mais:
Estatísticas mostram a queda de produção do Juventude nas últimas rodadas
"O desempenho está abaixo", diz técnico do Juventude após derrota para o Oeste
Torcedor Xavante:  é tudo contigo, Clemer

Amanhã (25) o xavante volta a campo pela décima sétima rodada do Brasileiro. O Brasil vai a Natal enfrentar o desesperado ABC, vice lanterna e que está na zona do rebaixamento com 12 pontos.

Alex

O nome do meia Alex, companheiro de Clemer como jogador nas principais conquistas do Internacional na década passada, surge como possível reforço do Brasil para o restante da Série B do Brasileiro. O jogador, que em março completou 35 anos, não atua desde o fim do ano passado, na derrota do Colorado para o Fluminense, partida que determinou o rebaixamento do Inter para a Série B. 

A pedida salarial estaria em torno de R$ 80 mil por mês, valor que seria bancado por empresários ligados ao Brasil. Aguardemos. Alex não corre mais, mas se fizer um gol de bola parada por jogo ou acertar um canudo com bola andando por partida, se pagará. Avante!

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.