Versão mobile

Sai o diagnóstico

Tempo de parada de Geromel será menor do que o previsto

Previsão de retorno varia de 10 a 15 dias, conforme departamento médico do Grêmio

Por: Luís Henrique Benfica
07/03/2017 - 16h56min | Atualizada em 07/03/2017 - 21h02min
Tempo de parada de Geromel será menor do que o previsto Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS  

Será de 10 a 15 dias o período de afastamento de Pedro Geromel. A previsão foi feita na tarde desta terça-feira pelo médico do Grêmio Márcio Bolzoni, ao informar que não houve deslocamento na fratura de costela sofrida pelo zagueiro no Gre-Nal de sábado. 

Se for confirmada essa previsão, Geromel já poderá atuar dia 22, contra o Novo Hamburgo, pela nona rodada do Gauchão.  Pelo terceiro cartão amarelo recebido no clássico, ele já ficaria fora do jogo do dia 15, contra o Brasil-Pel.

Leia mais:
Grêmio completa primeira parte da viagem para a Venezuela
Cacalo diz que Brenner não teve intenção, mas assumiu risco de lesionar Geromel
Empresário de Maicon "fura" lançamento da nova camisa do Grêmio


Como não existe possibilidade de imobilização da região atingida, porque isso atrapalharia a respiração, o zagueiro terá seu tratamento apenas à base de analgésicos e repouso.

Em duas semanas, no máximo, a fratura estará cicatrizada.

- Quem já teve uma fratura dessas sabe que ela é extremamente dolorida. Se houvesse deslocamento, o tempo de recuperação seria bem maior - informa Bolzoni.

A fratura na costela ficou confirmada na segunda-feira, durante um exame de ressonância. Depois do Gre-Nal, Geromel havia passado todo o final de semana com dores.

Em 2013, poucos meses depois de ser contratado pelo Grêmio, o centroavante argentino Barcos também havia sofrido problema nas costelas, sem, contudo, ter sido confirmada uma fratura.

Foto: Zero Hora / Divulgação


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.