Conflito

Pelo menos 56 rebeldes morrem em confrontos com o exército no Sudão do Sul

Guerra civil já deixou dezenas de milhares de mortos e 2,5 milhões de deslocados no país, além de ter provocado uma grave crise humanitária

Por: AFP
17/10/2016 - 09h04min | Atualizada em 17/10/2016 - 09h04min
Pelo menos 56 rebeldes morrem em confrontos com o exército no Sudão do Sul CHARLES ATIKI LOMODONG / AFP/AFP
Foto: CHARLES ATIKI LOMODONG / AFP / AFP

Ao menos 56 rebeldes morreram no fim de semana em combates contra as tropas governamentais perto de Malakal, na nordeste do Sudão do Sul. As informações foram confirmadas, nesta segunda-feira, pelo porta-voz do exército, general Lul Ruai Koang.

— Do nosso lado, perdemos quatro combatentes e 20 ficaram feridos — disse Koang, antes de informar que os combates começaram com um ataque dos rebeldes, partidários do ex-vice-presidente Riek Machar, perto da segunda maior cidade do país, Malakal.

Leia mais
Doze civis são mortos após ataques em Aleppo, na Síria
Naufrágio em Myanmar deixa 14 mortos e dezenas de desaparecidos

O Sudão do Sul, que proclamou sua independência em julho de 2011, entrou em guerra civil dois anos e meio depois, quando o presidente Salva Kiir acusou Machar de preparar um golpe.

O conflito deixou dezenas de milhares de mortos e 2,5 milhões de deslocados, além de ter provocado uma grave crise humanitária.


 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.