Enchentes

14 mil pessoas seguem fora de casa por causa das chuvas no Estado

Números da Defesa Civil seguem os mesmos há dois dias

13/07/2014 | 11h37
14 mil pessoas seguem fora de casa por causa das chuvas no Estado Tadeu Vilani/Agencia RBS
Uruguaiana foi uma das cidades mais afetadas pela chuva Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

As chuvas que castigaram o Rio Grande do Sul nas duas últimas semanas ainda deixam 14,4 mil pessoas fora de casa. O número mais recente, divulgado pela Defesa Civil na manhã deste domingo, dia 13, aponta 13.272 desalojados (que estão na casa de parentes ou amigos) e 1.139 desabrigados (que precisam de abrigos públicos), os mesmos desde sexta-feira.

Leia todas as notícias sobre a chuva
Saiba como ajudar as vítimas da enchente

O número de cidades afetadas também segue em 163. Duas pessoas morreram por conta das enchentes: Eracildo Luiz Assmann, 56 anos, em Arroio do Tigre, e José Lindomar da Silva, 40 anos, em Jacutinga. A namorada de Eracildo, Paula Thon, 23 anos, continua desaparecida.

A enchente que atingiu o Estado neste ano foi a maior em três décadas e chegou a deixar mais de 20 mil desabrigados e desalojados. A situação mais crítica é a da Fronteira Oeste, onde 13,8 mil pessoas seguem fora de casa devido à cheia do Rio Uruguai. Itaqui, Uruguaiana e São Borja são os municípios mais afetados.

Chuva volta ao Estado neste domingo

As áreas de instabilidade que se formaram entre o Uruguai e Argentina devem trazer chuva para o sul gaúcho neste domingo. Os acumulados, no entanto, não devem ser altos. Nas demais regiões, a previsão é de sol ou sol entre nuvens.

VEJA TAMBÉM

     
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.