Sairá do papel?

Perimetral Metropolitana custará R$ 250 mi e vai beneficiar 600 mil pessoas por dia

Projeto de rodovia de 31 quilômetros foi anunciado pela Metroplan e deve ser finalizado até 2023

25/09/2014 - 12h12min
Perimetral Metropolitana custará R$ 250 mi e vai beneficiar 600 mil pessoas por dia Arte Zero Hora/
Ela foi desenhada com três pistas – duas para veículos e uma para ônibus –, calçada e ciclovia em ambos os sentidos Foto: Arte Zero Hora  

Anunciado pela Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regional (Metroplan) na última terça-feira, o projeto da Perimetral Metropolitana começará a ser desenvolvido a partir de outubro. A rodovia terá 31 quilômetros de extensão e, partindo de Porto Alegre, vai ligar os municípios de Viamão, Alvorada, Gravataí e Cachoeirinha. De acordo com a Metroplan, o custo total da obra está orçado em R$ 250 milhões.

Na primeira etapa do projeto, que tem início no mês que vem, serão feitos estudos ambientais e de viabilidade econômica e será elaborado o traçado básico. No segundo semestre de 2015, a Metroplan pretende contratar os projetos executivos. Na semana passada, o Ministério das Cidades anunciou a liberação de R$ 1 milhão para a elaboração das duas etapas. A verba está garantida pelo PAC - Pacto da Mobilidade.

Leia todas as últimas notícias publicadas por Zero Hora
Leia mais notícias sobre a Região Metropolitana

Veja por quais ruas a nova avenida passará:

Na terça-feira, os representantes dos cinco municípios firmaram um acordo de cooperação técnica e aprovaram a proposta. A obtenção dos R$ 250 milhões, porém, é complicada e depende de esforço de gestão, segundo o superintendente da Metroplan, Oscar Escher:

– Caberá aos novos gestores municipais e estaduais criar uma solução de gestão e manutenção desses sistemas, que não são municipais e estaduais, e sim do conjunto de municípios do Estado. Vamos ter de avançar na nossa capacidade de gestão.

O que a Copa deixou como legado para Porto Alegre
Terceira Perimetral deve continuar em obras até 2016

A principal função da nova rodovia, se sair do papel, é desafogar o trânsito na região central de Porto Alegre. Ela deve beneficiar, diariamente, até 600 mil pessoas. Ela foi desenhada com três pistas – duas para veículos e uma para ônibus –, calçada e ciclovia em ambos os sentidos.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.