Tragédia em Mariana

Pela 2ª vez, Vale, Samarco e BHP pedem prorrogação de prazo para depósito de R$ 1,2 bilhão

Prazo original, de 9 de dezembro, já havia sido prorrogado por 30 dias e venceria nesta segunda-feira

Por: Estadão Conteúdo
09/01/2017 - 21h24min | Atualizada em 09/01/2017 - 21h24min
Pela 2ª vez, Vale, Samarco e BHP pedem prorrogação de prazo para depósito de R$ 1,2 bilhão CHRISTOPHE SIMON/AFP
Foto: CHRISTOPHE SIMON / AFP  

A Vale informou nesta segunda-feira que pediu, junto com a Samarco e a outra sócia controladora desta empresa, a BHP Billiton, a prorrogação para 19 de janeiro do prazo determinado pela Justiça Federal de Minas Gerais para depósito de R$ 1,2 bilhão para medidas reparatórias após o rompimento da barragem em Mariana (MG), em novembro de 2015.

Leia mais
Vale e BHP devem depositar em 30 dias R$ 1,2 bi para medidas em Mariana
MPF denuncia 21 por homicídio qualificado em Mariana
Justiça quer perícia em área da Samarco para avaliar novos riscos

Em dezembro, a Vale já havia conseguido uma prorrogação para o depósito em 30 dias e informou, ao mercado, que seguia adotando "todas as medidas para assegurar seu direito de defesa dentro dos prazos legais e manterá o apoio à Samarco para que continuem sendo adotadas as medidas de reparação".

No seu balanço do segundo trimestre do ano passado, a Vale realizou um provisionamento relacionado à Samarco, de US$ 1,038 bilhão.

Veja a reportagem especial sobre a tragédia em Mariana:

Foto: Arte ZH

Leia as últimas notícias

*Agência Brasil

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.