Rio Grande

Como foi o trajeto do barco que desapareceu no sul do RS

Dom Manoel XVI, que ia em direção à barra de Rio Grande, sumiu após perder contato visual e de comunicação com outra embarcação

Por: Anderson Aires - de Rio Grande
12/08/2017 - 17h22min | Atualizada em 13/08/2017 - 09h59min
Como foi o trajeto do barco que desapareceu no sul do RS Lauro Alves/Agência RBS
Dom Manoel XVI, que ia em direção à barra de Rio Grande, sumiu após perder contato visual e de comunicação com outra embarcação Foto: Lauro Alves / Agência RBS  

Na madrugada de sexta-feira (11), o barco pesqueiro Dom Manoel XVI, que ia em direção à barra de Rio Grande, desapareceu após perder contato visual e de comunicação com outro barco, o Dom Manoel XV. As embarcações, com registro em Laguna, Santa Catarina, atuavam principalmente no litoral gaúcho. Veja abaixo como aconteceu o incidente:

Quinta-feira (10)

14h30min - Os barcos pesqueiros Dom Manoel XV e Dom Manoel XVI navegavam na área do Farol da Solidão, próximo ao município de Mostardas, no Litoral Norte. Por volta das 14h30min, os comandantes das embarcações decidiram voltar para Rio Grande em razão do mar agitado. A intenção deles era de ancorar na barra na cidade da Região Sul por volta das 6h de sexta-feira.

Leia mais
"Em 40 anos no mar, nunca vi uma situação dessas", diz mestre do barco que acompanhava Dom Manoel XVI
Marinha faz buscas a embarcação desaparecida com sete tripulantes na costa do Rio Grande do Sul

Sexta-feira (11)

4h – A tripulação do Dom Manoel XV perde contato visual e todo tipo de comunicação com o Dom Manoel XVI. As embarcações estavam a cerca de 11 quilômetros da costa de Rio Grande e a cerca de 25 quilômetros do porto da cidade.

4h30min - O mestre do Dom Manoel XV pede a última localização registrada do Dom Manoel XVI e vai em busca da embarcação que sumiu do radar. O barco, com a ajuda de mais duas embarcações, segue varrendo a área até por volta das 7h de sexta tentando encontrar, sem sucesso, o Dom Manoel XVI.

7h52min – Os tripulantes do Dom Manoel XV chegam à costa de Rio Grande e informam o desaparecimento para o Salvamar, serviço de emergência da Marinha do Brasil, que desloca equipes para fazer varreduras na área onde foi registrado o desaparecimento. Até as 17h deste sábado (12), a Marinha não havia localizado nenhum indício sobre o paradeiro do Dom Manoel XVI.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.