Reforço policial

Tropa auxiliar da Força Nacional chega entre terça e quarta-feira a Porto Alegre

Trinta e sete agentes especializados em investigações de homicídios trabalharão na Capital em áreas conflagradas pelo tráfico de drogas

21/11/2016 - 18h43min | Atualizada em 21/11/2016 - 18h43min
Tropa auxiliar da Força Nacional chega entre terça e quarta-feira a Porto Alegre Júlio Cordeiro/Agencia RBS
Comboio com 136 agentes da Força Nacional chegou à Capital no início de setembro e fica por tempo indeterminado Foto: Júlio Cordeiro / Agencia RBS  

A tropa auxiliar da Força Nacional de Segurança, que reforçará o efetivo no Rio Grande do Sul, saiu de Brasília nesta segunda-feira pela manhã trazendo três viaturas para o Instituto-Geral de Perícias (IGP). O contingente de 37 pessoas deve chegar entre terça e quarta-feira a Porto Alegre, conforme previsão do chefe de Polícia Civil, delegado Emerson Wendt.

Leia mais:
Tire suas dúvidas sobre a Força Nacional
Polícia intensifica patrulhamento no Parque da Redenção, em Porto Alegre

O Ministério da Justiça, para preservar a segurança da tropa, não informou o horário de partida e nem a previsão de chegada à capital gaúcha, umas das três primeiras cidades a receber o efetivo da Força Nacional que atuará especificamente na investigação e na prevenção de homicídios.

— Nossa ideia inicial é possibilitar que trabalhem em áreas conflagradas pelo tráfico de drogas — explicou Wendt.

Para a Polícia Civil, virão 27 servidores, sendo um delegado e, os demais, inspetores e escrivães. Eles trabalharão na investigação e prevenção de assassinatos em locais dominados pelo tráfico de drogas, entre elas Rubem Berta, Lomba do Pinheiro, Vila Cruzeiro e Restinga.

O Instituto-Geral de Perícias (IGP) receberá seis papiloscopistas (que trabalham na identificação por meio de impressões digitais) e outros quatro peritos.

— Vamos conversar com eles assim que chegarem para saber o nível de especialização de cada um deles — disse o diretor-geral do IGP, Cleber Ricardo Teixeira Müller.

A solicitação de mais policiais e peritos no Estado foi feita pelo governador José Ivo Sartori no dia 8 deste mês, em reunião com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, em Brasília. A confirmação dos profissionais veio no fim da última semana. 

Além disso, os agentes da Força Nacional que atuam nas ruas também vão permanecer por tempo indeterminado em Porto Alegre. Desde o início de setembro, 136 servidores atuam ao lado da Brigada Militar no policiamento ostensivo da Capital.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.