Baile da Tuka

BM apreende armas e dinheiro em local onde ocorreria show da funkeira Ludmilla em Porto Alegre

Dois homens foram presos durante a ação da Brigada Militar

21/04/2017 - 14h34min | Atualizada em 21/04/2017 - 20h36min
BM apreende armas e dinheiro em local onde ocorreria show da funkeira Ludmilla em Porto Alegre Divulgação/Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação  

Uma festa que ocorria na casa de show Baile Funk da Tuka, no bairro Partenon, em Porto Alegre, terminou com tumulto na madrugada desta sexta-feira, depois de a Brigada Militar realizar uma ação no local e prender dois homens armados.

Estava previsto para ocorrer no local um show da funkeira Ludmilla, em comemoração aos dois anos de outro estabelecimento que fica na região, a Cervejaria da Tuka. 

A assessoria da cantora disse a Zero Hora que por causa do tumulto o show foi cancelado. Quando a ação policial começou, por volta das 2h, estava se apresentando o sambista Mumuzinho. 

Conforme o comandante do 19º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Marcelo Tadeu Pitta Domingues, foram feitas diversas ligações para o fone 190 com reclamações sobre perturbação no local e a presença de menores de idade desacompanhados.

Foram ao local policiais do 19º BPM e do 1º Batalhão de Operações Especiais, para mais uma ação dentro da Operação Avante Tiradentes, que prevê reforço de policiamento até o sábado.

Leia mais:
ZH percorre 75 quilômetros e mostra onde Porto Alegre está mais policiada
Governo do RS anuncia que irá chamar 1.183 policiais

Na casa de show os PMs identificaram menores e flagraram dois homens armados, que tentaram escapar, causando correria no salão. Conforme ocorrência da BM, havia menores bebendo e usando drogas em meio a cerca de 500 frequentadores.

Os organizadores da festa foram identificados, mas, inicialmente, segundo a BM, teriam se negado a acompanhar os policiais a uma delegacia, dando continuidade à festa. Segundo Pitta, houve a investida de frequentadores contra os PMs, jogando garrafas e pedras:

— Por isso, para conter a reação, foi preciso o uso de força, de bombas anti-motim e de gás lacrimogêneo.

Os dois homens que estavam armados com pistolas foram levados à 2ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento e autuados em flagrante por porte ilegal de arma. As pistolas estavam com numeração raspada e com munição. Um dos presos já tem antecedentes por tráfico de drogas e porte de arma. Também foram recolhidos um telefone celular e R$ 385. 

Segundo a BM, depois de a casa ser evacuada, por volta das 4h30min, é que foi possível novamente localizar os organizadores da festa e encaminhá-los à 19ª Delegacia da Polícia Civil para dar esclarecimentos sobre a presença dos menores no local.

CONTRAPONTO

Conforme Athos Oliveira, um dos responsáveis pelos eventos na casa de shows, as pessoas armadas e os menores ingerindo bebidas alcoólicas estavam na rua e não dentro do estabelecimento. Ele também não confirma que tenha se negado a ir à delegacia registrar a ocorrência.

— Todo mundo cooperou com a ação da polícia — disse.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.