Terremoto no poder

"É grave, eu reconheço", diz presidente interino do PSDB sobre situação de Aécio

Senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) afirmou que tem "confiança" de que o mandatário tucano afastado "vai saber se defender"

Por: Estadão Conteúdo
19/05/2017 - 15h06min | Atualizada em 19/05/2017 - 15h09min
"É grave, eu reconheço", diz presidente interino do PSDB sobre situação de Aécio Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil  

Escolhido na quinta-feira (18) pelo senador Aécio Neves para presidir interinamente o PSDB, o senador Tasso Jereissati (CE) classificou como "grave" a situação do ex-presidente da legenda.

— É grave, eu reconheço. Mas tenho confiança que ele vai saber se defender — disse o tucano em entrevista à Rádio CBN.

Leia mais
Aécio Neves anuncia licença da presidência do PSDB
O dia em que Aécio Neves perdeu a cadeira no Senado e no partido 
Janaína Paschoal se diz decepcionada com "conversa assustadora" de Aécio

Questionado sobre os rumores de que poderia ser candidato do PSDB para um mandato tampão caso o presidente Michel Temer deixe o cargo, Jereissati disse desconhecer qualquer articulação.

— Nada pode ser feito fora da Constituição. Só assim as instituições ficam preservadas.

O PSDB defende hoje majoritariamente que, caso haja o afastamento de Temer, o processo de sucessão ocorra de forma indireta, ou seja, por meio do Congresso Nacional.

O mandato do senador cearense à frente do PSDB só termina quando e se Aécio abrir mão do cargo em caráter definitivo. Nesse caso, um dos oito vice-presidentes da sigla será escolhido.

Leia as últimas notícias sobre a delação da JBS


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.