STF

Moraes dá 10 dias para Maia explicar por que não analisou pedidos de impeachment contra Temer 

Nesta quinta, parlamentares de oposição protocolaram no Supremo mandado de segurança pedindo que Maia desengavete os pedidos de afastamento 

Por: Zero Hora
29/06/2017 - 20h36min | Atualizada em 29/06/2017 - 20h36min
Moraes dá 10 dias para Maia explicar por que não analisou pedidos de impeachment contra Temer  Antonio Cruz/Agência Brasil
Maia é um dos principais aliados de Temer. Foto da reunião de líderes da base aliada, no dia 21 de março Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil  

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), estipulou prazo de 10 dias para que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), explique por que não analisou os pedidos de impeachment protocolados contra o presidente Michel Temer. As informações são do site G1.

Leia mais:
Oposição pede que Maia desengavete pedidos de impeachment contra Temer
Temer é notificado oficialmente pela Câmara sobre denúncia por corrupção
Maia diz que acha difícil votar em conjunto todas as denúncias contra Temer

Nesta quinta, parlamentares da oposição protocolaram na Corte um mandado de segurança pedindo que Maia desengavete os pedidos afastamento contra Temer. Dos 25 pedidos de afastamento apresentados desde que o peemedebista assumiu definitivamente o cargo, apenas um foi deliberado e arquivado.

Para justificar a medida, Moraes afirmou que é "indispensável" receber informações de Maia antes de analisar o pedido. A onda de pedidos de impeachment contra Temer estourou após vir a público o conteúdo das delações de executivos da JBS. Temer e o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) estão entre os principais atingidos pelas acusações.

Na terça-feira (27), Temer foi denunciado pelo crime de corrupção passiva. Na tarde desta quinta-feira (29), o presidente foi notificado oficialmente pela Câmara dos deputados, que decidirá se o processo contra o chefe do Executivo será aberto no STF.