Mobilidade

BikePoa substituirá as 400 bicicletas e 41 estações até o final do ano

Novo modelo do serviço foi apresentado nesta quinta-feira na Capital

Por: Jéssica Rebeca Weber
10/08/2017 - 19h02min | Atualizada em 10/08/2017 - 20h59min
BikePoa substituirá as 400 bicicletas e 41 estações até o final do ano Anderson Fetter/Agencia RBS
Foto: Anderson Fetter / Agencia RBS  

Mais leve, resistente e moderno, o novo modelo do BikePoa foi apresentado na tarde desta quinta-feira (10) na estação Iberê Camargo, junto à orla do Guaíba. A autoridades municipais e imprensa, foi dada uma demonstração do novo sistema de bicicletas compartilhadas do Itaú Unibanco, que deve começar a ganhar as ruas a partir de outubro. As 400 laranjinhas e 41 estações da cidade devem ser substituídas até o final do ano. 

A tecnologia das bikes foi importada do Canadá, sendo a mesma utilizada em cidades como Nova York (Estados Unidos), Londres (Inglaterra) e Toronto (Canadá), como explica Tomás Martins, CEO da Tembici, empresa de soluções em mobilidade urbana.

Leia também:
Votação de projetos que reduzem isenções nos ônibus fica para 2018 
Músico fabrica bicicletas de bambu em garagem no bairro Petrópolis

No novo modelo, o usuário terá mais formas de pagar pelo serviço: além do sistema já utilizado, de liberação pelo aplicativo de smartphone, será possível pagar com cartão de crédito direto no totem da estação, receber um cartão do BikePoa em casa, após fazer o cadastro na internet, haverá a possibilidade de pagar em dinheiro em pontos de atendimento presenciais (que ainda não têm endereço confirmado) e, até o final do ano, a projeção é de que seja possível retirar uma bike usando até mesmo o cartão de transporte público TRI — ainda se estuda a forma de integração com esse sistema.

— Vai democratizar mais o uso — resume Martins.

O prefeito Nelson Marchezan, que deu uma volta com a bike na ciclovia da orla, fez questão de ressaltar que, com uma estrutura mais robusta e design exclusivo para o sistema de compartilhamento, os índices de roubo tendem a cair.

— Essas peças aqui não dá para usar nas outras bicicletas — destacou.

Foto: Anderson Fetter / Agencia RBS

As novas estações terão número maior de vagas por bicicleta e, ao devolver o meio de transporte, o usuário poderá relatar problemas de manutenção no "botão de reparação". A central de operações será avisada e poderá mandar um técnico para verificar.

O BikePoa existe desde 2012 em Porto Alegre, tem mais de 270 mil usuários cadastrados e mais de 1 milhão de viagens realizadas. O Itaú Unibanco não divulga os valores investidos no novo sistema.

Características do novo modelo de bicicleta:

— As bicicletas ficarão mais leves, ergonômicas e robustas.

— Feitas para a utilização urbana, terão o aro reduzido, de 26 para 24

— Ganharão iluminação traseira e dianteira ativa, com luzes acionadas pela pedalada

— Sistema de freios "rollerbrake", que proporciona mais segurança e requer menos manutenção

— Terá cobre-correntes que protege a roupa do ciclista.

— Terá cesto adaptável para o tamanho da bagagem de mão do ciclista. 

Leia as últimas notícias de Porto Alegre

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.