Proteção especial

Crianças levam seus animais de estimação para ganhar a bênção em escola de Porto Alegre

Atividade ocorreu no Dia de São Francisco de Assis, considerado o protetor dos animais

Por: Jéssica Rebeca Weber
04/10/2016 - 21h58min | Atualizada em 04/10/2016 - 21h58min

Carregando cachorros, tartarugas, peixinhos e coelhos, a criançada correu para rodear dois frades de hábitos marrons no ginásio da Escola São Francisco no bairro Menino Deus, em Porto Alegre.

— Quem tem bichinho de pelúcia também pode se aproximar — convidou o frei capuchinho Luiz Carlos Susin, agradando a parcela de baixinhos que abraçava ursinhos de várias cores e tamanhos.

O motivo para essa ansiedade toda era a bênção aos animais de estimação dos alunos, dada em comemoração ao Dia de São Francisco de Assis (4 de outubro). Além de ser o padroeiro da rede de escolas, o santo ainda é considerado protetor dos animais.

Leia também:
Grafite transforma prédios em obras de arte em Porto Alegre
Imigrante senegalês se prepara para dar aulas de francês em Porto Alegre
Transplantados cardíacos participam de jogo para divulgar a importância de doar órgãos 

— É um momento de reconhecimento de que os animais também fazem parte do plano de Deus, que também são amados e têm direito de serem chamados de irmãos, como São Francisco fazia — diz o frade, que já dá essa bênção há mais de 15 anos e é coautor do livro A vida dos outros, que trata de ética e teologia de libertação animal.

Aluna do 6º ano do Ensino Fundamental, Rafaela Paranhos, 12 anos, estava animada com a atividade — e antes mesmo de começar, já pediu que ela fosse realizada mais vezes. Ela e a mãe, a microempresária Silvia Paranhos, 50, levaram o shitsu Bernardo à escola. Seria a primeira bênção do cãozinho de dois anos, praticamente um batizado.

— Ele anda muito rebelde. A Rafa disse que ele está precisando de uma bênção para se acalmar — ri Silvia.

Foto: Anderson Fetter / Agencia RBS

O diretor pedagógico Gerson Luis Pessi afirma que a iniciativa não é novidade nas escolas da rede, mas que gera grande expectativa.

— Durante a semana, se falava muito nisso. Eles não viam a hora de fazer com que os bichinhos de estimação, aquele amigo que têm dentro de casa, pudessem receber uma bênção de um padre — lembra.

Depois que o frei Juan Miguel balançou o aspersório — aquele bastão que respinga água benta —, e todos rezaram juntos a Ave Maria, os religiosos ainda foram para a sala de aula falar sobre a vida de São Francisco.

Quem foi São Francisco de Assis?

Como já diz no próprio nome, São Francisco era de Assis, uma cidade da Itália.

Ele viveu de 1.182 a 1.226, ou seja, há mais de 750 anos.

O santo ficou conhecido como o protetor dos animais porque tratava como irmãos todas as criaturas de Deus, incluindo os bichos.

Foi um homem muito simples, que abriu mão de qualquer riqueza e não quis seguir os passos do pai, que era comerciante. Ele não se sentia dono de nenhum animal, e sim irmão deles.

Dizem que São Francisco falava com os animais e retirava até as lesmas do caminho para que não fossem pisoteadas.

 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.