Carteira de motorista

CNH ganha novo código de segurança para evitar falsificações  

QR Code será utilizado em documentos emitidos a partir deste mês

Por: Zero Hora
09/05/2017 - 14h07min | Atualizada em 09/05/2017 - 16h36min
CNH ganha novo código de segurança para evitar falsificações   Rafael Luz / Mcid/Mcid
Diretor do Denatran apresenta tecnologia em coletiva de imprensa, em Brasília Foto: Rafael Luz / Mcid / Mcid  

As Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) emitidas a partir deste mês terão um novo dispositivo de segurança. A tecnologia QR Code, um código bidimensional que pode ser escaneado pela maioria dos celulares com câmera fotográfica, será implementado nos documentos.

A novidade foi apresentada em coletiva de imprensa na manhã desta terça-feira pelo Ministério das Cidades e o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). 

Leia mais
Secretaria da Saúde confirma duas mortes por gripe A no RS em 2017 
Último dia de inscrições para 1,3 mil vagas em cursos técnicos e superiores 

Segundo o Denatran, a tecnologia pode evitar fraudes e falsificações do documento, uma vez que os dados criptografados contidos no QR Code serão verificados, inclusive com foto, e validados por meio de um aplicativo móvel integrado ao Registro Nacional de Condutores Habilitados (Renach). 

— Casos de clonagem da CNH, alteração de dados em carteiras furtadas ou perdidas e acréscimo irregular de categorias serão amenizados com essa nova tecnologia, evitando prejuízos para a população — garantiu o ministro Bruno Araújo.

A medida cumpre determinação da Resolução 598 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e é obrigatória a partir deste mês. O novo modelo de CNH não implicará em aumento no valor para emissão e não exigirá substituição das CNHs antigas, garantiram os órgãos federais. 

— A tecnologia do QR Code inserida na carteira de habilitação permite que todo cidadão possa verificar a validade do documento, inclusive estabelecimentos comerciais — completou o diretor do Denatran, Elmer Vicenzi. 

Conforme o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), a tecnologia criptografa as informações dos motoristas enviadas pelos órgãos de trânsito e gera um QR Code — o que é disponibilizado para ser impresso na carteira de habilitação.

Em breve, os agentes de fiscalização também poderão checar informações do veículo e as infrações de trânsito cometidas pelo motorista.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.