Aumento de impostos

Preço da gasolina comum chega a variar mais de R$ 0,40 em postos de Porto Alegre 

Na quinta-feira, governo federal aumentou impostos sobre combustíveis

22/07/2017 - 10h38min | Atualizada em 22/07/2017 - 10h38min
Preço da gasolina comum chega a variar mais de R$ 0,40 em postos de Porto Alegre  Felipe Daroit/Agencia RBS
Foto: Felipe Daroit / Agencia RBS  

Após o governo aumentar os tributos incidentes sobre os combustíveis, é preciso pesquisar bastante para encontrar gasolina mais barata em Porto Alegre. Na manhã deste sábado (22), a reportagem percorreu 40 postos, em diversas regiões da cidade, e a maioria já havia reajustado os preços.

A variação entre o valor cobrado pelo posto que vende o combustível mais barato e o mais caro chega a R$ 0,41.

Leia mais
Redes sociais reagem ao aumento da gasolina; veja críticas e memes
Governo deve arrecadar R$ 11 bilhões com alta de imposto 
OUÇA: Temer diz que "população vai compreender" aumento de imposto
Meirelles afirma que aumento de imposto é "para beneficiar bolso do cidadão"

Alguns postos, como um BR na Avenida Farrapos com a Barros Cassal, no centro da cidade, estão vendendo o litro da gasolina comum por R$ 4,19. O mesmo preço é cobrado por outro BR na Avenida Carlos Gomes, nas imediações da Rua Regente.

Outros, no entanto, cobram R$ 3,78 por litro. É o caso do posto Fit na Avenida Getúlio Vargas, nas imediações da Rua Marcílio Dias. 

– E se pagar em dinheiro ou débito, conseguimos baixar um pouco mais. Além disso, temos algumas promoções. De abastecer 25 litros, ganha uma lavagem – disse um dos frentistas do estabelecimento.

Em média, a maioria dos postos pesquisados está vendendo o litro do combustível por valores entre R$ 3,79 e R$ 4,09.

Na sexta-feira, o Procon da Capital fiscalizou 11 estabelecimentos, sendo que sete foram notificados por aumento abusivo nos preços. Os trabalhos de fiscalização continuarão ao longo deste sábado. 

O aumento dos tributos incidentes sobre os combustíveis foi oficializado na quinta-feira. O governo federal alega que a medida foi necessária para cobrir o rombo nas contas públicas.

 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.