Litoral Norte

Veranista faz vídeo de lontra em rua alagada de Imbé

Animal provavelmente veio de lagoas da região, afirma Ceclimar

Por: Jéssica Rebeca Weber
05/01/2017 - 13h35min | Atualizada em 05/01/2017 - 14h56min



Uma lontra foi flagrada nadando em uma rua alagada de Imbé na tarde desta quarta-feira. A cena foi registrada em vídeo pela publicitária Magali Bernardi Lahude, 45 anos, na Rua Alegrete, via que fica a cerca de um quilômetro da Lagoa Tramandaí. 

— Primeiro, nós achamos que era um cachorro, mas começou a se aproximar e vimos que não era. Ficou uns 15 minutos por ali até que a correnteza levou. Eu nunca tinha visto esse bicho — conta a moradora de Bento Gonçalves. 

Leia mais:
Tartarugas mortas chamam a atenção de veranistas no Litoral Norte
Águas-vivas voltam ao mar gaúcho: o que fazer em caso de queimadura

Ignácio Moreno, professor do Departamento de Zoologia da UFRGS e pesquisador do Centro de Estudos Costeiros, Limnológicos e Marinhos (Ceclimar), confirma que se trata de uma lontra de água doce, aparentemente adulta, e que provavelmente veio das lagoas da região. Ele destaca que há muitos animais da espécie no litoral gaúcho e que é possível vê-los até mesmo em córregos e valões. 

— Antigamente, isso aqui era um banhadão em que elas andavam tranquilamente — lembra — O bicho estava explorando. São bem espertos, é provável que ela tenha voltado para o seu habitat.

Moreno destaca que não se deve alimentar esses animais, nem encostar neles, para evitar passar doenças para a lontra e vice-versa. 

— O habitat deles está sendo destruído, então eles têm mais contato (com a cidade). Se as pessoas tiverem atitudes menos nocivas, minimiza o impacto — salienta.

Em casos em que esse tipo de animal estiver em perigo ou machucado no Litoral Norte, a recomendação é entrar em contato com a prefeitura da cidade ou com o Ceclimar (51 3627-1309. 

 






 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.