Delícia de estação

Dicas para curtir o inverno em Gramado, Canela e Nova Petrópolis

Região das Hortênsias é um dos destinos favoritos dos gaúchos no inverno. Então, convidamos blogueiras de viagem gaúchas para dar as melhores dicas de o que fazer em Gramado, Canela e Nova Petrópolis 

03/07/2017 - 20h00min | Atualizada em 03/07/2017 - 20h00min
Dicas para curtir o inverno em Gramado, Canela e Nova Petrópolis Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Catedral de Pedra de Canela Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS  

Várias opções ao ar livre

Por Claudia Ferraz Rodrigues Pegoraro
Autora do blog Felipe, o pequeno viajante

Nós adoramos passear na Região das Hortênsias! A RS-235, que liga Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula, é uma das estradas mais bonitas do Brasil — em um único fim de semana, você pode conhecer cânions, cachoeiras, montanhas, vales, lagos, matas de araucárias e muitas atrações culturais. E não há época melhor para viajar pela região do que o inverno, quando o frio típico da Serra Gaúcha torna o clima ainda mais propício aos fondues, cafés coloniais, galeterias e outras gostosuras regionais.

Em Nova Petrópolis, a cidade mais alemã da Serra, a pedida é experimentar o tradicional schnitzel do restaurante Colina Verde, perder-se com as crianças no labirinto da Praça das Flores, tirar uma foto à moda antiga na Aldeia do Imigrante e assistir ao incrível pôr do sol no Ninho das Águias. Se você quiser comprar alguma lembrança, recomendo a maravilhosa loja Kukos, onde a gente encontra dezenas de maravilhosos relógios-cuco!

Leia também
Estação Gramado começa neste sábado com programação cultural
Seis dicas para comer e beber bem em Gramado e Canela
Conheça 5 rotas turísticas para curtir Bento Gonçalves, na Serra

As mais famosas Gramado e Canela sempre valem uma visita — são duas cidades que vivem se reinventando, com um número enorme de novos museus, parques temáticos e atrações fechadas ótimas para você curtir nos dias de mau tempo, como o Snowland, o Museu do Automóvel, o espetáculo Korvatunturi e o Museu de Cera Dreamland.

Se o dia estiver bonito, corra para fazer um passeio ao ar livre — não há nada melhor do que lagartear ao sol num dia frio de inverno na Serra Gaúcha! Nossos lugares preferidos são o Vale da Ferradura, a tirolesa Superman na Estação Verde, os bondinhos aéreos da Cascata do Caracol, o Alpen Park, o Ecoparque Sperry e o Lago Negro.

Vale da Ferradura Foto: arquivo pessoal / Arquivo Pessoal
Cascata do Caracol Foto: arquivo pessoal / Arquivo Pessoal

Se o orçamento estiver apertado, Gramado e Canela são pródigas em atrações gratuitas superlegais, como o Mirante do Vale do Quilombo, a Catedral de Pedra de Canela, o Parque de Lavanda e a Praça das Etnias em dia de feira da colônia.

Para comer bem, vá de Bêrga Mótta, Magnólia, Empório Canela, Galangal ou Café da Banca. Com criança, os clássicos são as pizzarias temáticas Cara de Mau (piratas, em Gramado), Toca da Bruxa ou Estação Canela (tema de trens). E, para voltar para casa com doces lembranças, experimente o famoso apfelstrudel do Castelinho Caracol ou os macarons de bergamota da Holic Pâtisserie.

Com sol ou em frente à lareira

Por Alexandra Aronovich
Autora do blog Café Viagem

Quando o Viagem me convidou para dar dicas de inverno de Gramado e Canela, logo lembrei de duas coisas que amo nesta época do ano na Serra: lareira e lagartear no sol. Aliás, desde criança, para mim, as duas cidades têm cheirinho de lenha queimando.

Sempre que apresento a região para alguém de fora, inicio o tour pelos pães dos colonos na Praça das Etnias (ou Praça das Comunicações). É um dos mais autênticos pontos de Gramado. De quebra, tem o calor do fogo a lenha junto e, com sorte, um sol gostoso para se atirar nos bancos da praça devorando um "cupcake-cuca" da colônia ou o pãozinho com linguiça saído do forno.

Mas além dos pães dos colonos, há outros lugares quentinhos com a chama acesa. Começando pelos hotéis com o clima gostoso em volta da lareira, seja no quarto ou na sala de estar. Para um almoço de fim de semana com mesa ao lado do fogo ou curtindo um dia lindo de sol, o Bêrga Motta do Ecoparque Sperry é sempre imperdível (tem de reservar!).

Ecoparque Sperry Foto: Alexandra Aranovich / Arquivo Pessoal

Depois da comilança e das sobremesas incríveis, os esportistas vão preferir fazer uma trilha, e os mais preguiçosos vão se esticar no gramado ao sol entre as árvores repletas de laranjas e bergamotas (leve o chimarrão!). Ainda nos dias de inverno com sol, recomendo uma das raras atrações gratuitas de Gramado: o clássico Lago Negro e visita à vizinha Alemanha Encantada (também gratuita). Para quem quiser uma aventura, vale a pena fazer uma trilha no Parque da Ferradura ou se divertir em família no Gramado Zoo e no Alpen Park (com ótima tirolesa!).

E se o frio vier acompanhado da chuva? Bem, daí o jeito é se entregar às atrações indoor, como Museu de Cera, Rua Coberta, Reino do Chocolate, Parque do Gaúcho e uma aula de esqui no Snowland.

Por fim — com lareira , sol ou chuva —, o inverno em Gramado e Canela não será completo sem um docinho com café (ou chá). Empório Canela, Café da Banca, Velha Bruxa, Containner Bistrô, Confeitaria da Martha, Holic e Castelinho Caracol são alguns dos cantinhos especiais para relaxar e adoçar o dia. Já meus filhos não sossegam enquanto não tomarem um chocolate quente na Caracol em frente à Catedral de Pedra.

Parque de neve Snowland Foto: Anderson Fetter / Agencia RBS

Na rua, na chuva, na fazenda

Por Claudia Bins
Autora do blog As Passeadeiras

Inverno combina com Serra, aquele friozinho gostoso, muita comida boa, paisagens deslumbrantes e passeios deliciosos para toda a família. Se o dia estiver lindo, vá ao Parque de Lavandas Le Jardin, logo na entrada de Gramado. A visitação é gratuita, e você poderá caminhar pelo gramado e pelos jardins, além de visitar uma lojinha fofa com um pequeno café. Boa desculpa para uma pausa com uma das melhores apfelstrudel da cidade.

Se chover, não desanime. Tanto Gramado quanto Canela oferecem alternativas divertidas como o Museu de Cera Dreamland, que tem mais de 90 astros do cinema e personalidades distribuídos em cenários temáticos. Lá, você poderá fazer selfies com seus personagens favoritos ou até mesmo produzir a sua própria mão em cera. Se quiser algo ainda mais diferente, visite o Mundo Gelado e sinta-se como um esquimó.

Parque das Lavandas Foto: Mauro Vieira / Agencia RBS

Para um passeio que combina natureza e culinária típica, com direito a fogão a lenha e sobremesas da casa da vovó, vá até o Ecoparque Sperry. Dá para fazer minitrilhas e visitar cachoeiras, conhecer a horta, relaxar nas redes e brincar no slackline do jardim, antes ou depois de se deliciarem com o almoço do restaurante Bêrga Motta.

Bistrô Bêrga Motta Foto: Claudia Bins / Arquivo Pessoal

E, finalmente, não perca o Gramado Zoo, para ver de perto animais da fauna brasileira resgatados de situação de risco e aprender sobre o trabalho incrível de educação ambiental que eles têm por lá.

Folga em clima europeu

Por Paula Brum
Autora do blog Mochilinha Gaúcha

O Alpen Park é umas das atrações mais divertidas de Canela, com atividades para todas as idades. Tem a maior montanha russa em aço do Rio Grande do Sul, a Blizzard, e o Trenó Alpino, conhecido por sua veloz descida sobre trilhos, em contato com a natureza.

As atrações diurnas de Gramado proporcionam encantamento, como ao se visitar o Mini Mundo e a Aldeia do Papai Noel. Já a vida noturna, com seu clima europeu, encontra diferencial nas muitas opções gastronômicas.

Alpen Park Foto: Adriana Franciosi / Agencia RBS

Da agitação da Rua Coberta, com seus cafés e pequenos restaurantes, passando pelas deliciosas cantinas italianas, pela temática Pizzaria Cara de Mau, até chegar no fondue e na raclette suíça, do requintado Belle du Valais.

Nova Petrópolis, a cidade mais germânica da região, oferece opções excelentes para quem deseja passar um dia agradável. Além dos cafés coloniais, repletos de iguarias alemãs, destaco os parques Aldeia do Imigrante, com suas casinhas em estilo enxaimel, e o Esculturas Pedras do Silêncio, com roteiro histórico cultural baseado em quase uma centena de esculturas, distribuídas em área verde de dois hectares.


 
 
 
 
Zero Hora No jornal Zero Hora você encontra as últimas notícias sobre esportes, economia, política, moda, cultura, colunistas e mais.